Resumo Trabalho

O USO DO JOGO CORRIDA DE OBSTÁCULOS PARA O DESENVOLVIMENTO DE IDEIAS MATEMÁTICA EM UM LABORATÓRIO DE MATEMÁTICA DE UM MUSEU

Autor(es): LEONARDO LIRA DE BRITO, ERICK MACÊDO CARVALHO, SILVANIO DE ANDRADE

Este relato de experiência é um recorte de uma atividade da dissertação de mestrado que está sendo desenvolvida pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática da UEPB, onde o ambiente em estudo é Laboratório de Matemática inserido em um museu vivo de Ciências e tecnologias da cidade de Campina Grande- PB. O presente trabalho tem como objetivo relatar uma experiência realizada com alunos do 9º ano de uma escola municipal da cidade de Campina Grande – PB, no intuito de desenvolver ideias matemáticas a respeito de cálculos com expressões algébricas. Para o desenvolvimento dessa atividade foi feita uma revisão da literatura na tentativa de entender como os jogos podem auxiliar no processo de desenvolvimento de ideias matemáticas a partir de outras pesquisas de autoria de SMOLE (2007), BRASIL (1998), STAREPRAVO (2009), dentre outros. Feito essa revisão da literatura veio o momento do planejamento da atividade a qual seria aplicada com os alunos, decidimos optar pelo jogo corrida de obstáculos por ele trabalhar a parte do desenvolvimento do pensamento algébrico que de modo geral os alunos apresentam grandes dificuldades. A partir do jogo aplicado em sala de aula foi possível observar algumas fragilidades dos alunos com relação a conceitos matemáticos básicos tais como: adição, subtração, multiplicação e divisão com números inteiros, essas dificuldades que surgiam iam sendo sanadas no decorrer da atividade pelos monitores envolvidos na atividade ou até mesmo por alguns alunos da turma que tinham um maior domínio dessas operações. Também foi possível observar uma maior interação dos alunos com relação a atividade que estava sendo desenvolvida e a motivação dos mesmos em desenvolver alguma estratégia que conseguisse vantagem para ganhar o jogo.

Veja o artigo completo: PDF