Resumo Trabalho

LETRAMENTO ESTATÍSTICO NA EDUCAÇÃO BÁSICA: RELATANDO UMA EXPERIÊNCIA COM A SEQUÊNCIA DE ENSINO

Autor(es): MATEUS DE SOUZA GALVÃO, ANDERSON DIAS DA SILVA, LEILANE ARAUJO DOS SANTOS e orientado por LEMERTON MATOS NOGUEIRA

Sabe-se que o ensino de Estatística assume um papel de grande valor na formação do cidadão consciente, pois possibilita a compreensão da realidade por intermédio da manipulação de um grande volume de informações, organizadas em gráficos e tabelas, por exemplo. Amparado nessa perspectiva, o presente trabalho é fruto da aplicação de uma Sequência de Ensino (SE) denominada “Perfil da Turma”, elaborada por Kataoka e Hernandez (2010), cuja proposta de aplicação deu-se durante a disciplina de Estatística, do curso de Matemática da UPE/Petrolina, em 2016.1. Tal aplicação ocorreu em uma turma de estudantes do 7º ano de escola pública de Petrolina – PE. Para tanto, objetivamos discutir e apresentar os resultados conseguidos com a aplicação da SE, na perspectiva do desenvolvimento do letramento estatístico. Este trabalho trata de um relato de experiência, constituindo-se em uma pesquisa de campo do tipo qualitativa, já que tivemos o ambiente natural como fonte direta de dados e pelo caráter descritivo empregado nas análises. Frisamos que à SE é composta de cinco etapas, sendo que só utilizamos quatro, a saber: contextualização e formação da pergunta de pesquisa; coleta de dados; tratamento e análise dos dados e comunicação dos resultados. A partir da aplicação SE, percebemos que os estudantes envolvidos aprenderam significativamente os principais conceitos de Estatística inerentes a SE, quais sejam: População e Amostra, Gráficos, Medidas de tendência central e Medidas de dispersão, utilizando seus próprios dados (Gosto musical). Notamos que, durante a vivência da SE, os estudantes mostraram-se curiosos em buscar suportes para generalizar os conceitos, ratificando as potencialidades da SE. Pela experiência vivenciada e considerando os relatos trazidos pelos estudantes, percebemos a relevância da SE para o desenvolvimento do letramento estatístico, pois foi possível problematizar e construir os conceitos estatísticos coletivamente.

Veja o artigo completo: PDF