Resumo Trabalho

LABORATÓRIO DE ENSINO DE MATEMÁTICA E O PIBID: UMA REFLEXÃO SOBRE AS CONTRIBUIÇÕES PARA FORMAÇÃO DOCENTE

Autor(es): SAMARA MARIA SOUZA SILVA, JOSÉ LUIZ CAVALCANTE e orientado por JOSé LUIZ CAVALCANTE

No presente relato trazemos uma reflexão sobre as relações entre as vivências do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID – CAPES – UEPB no espaço do Laboratório de Ensino de Matemática. Como bolsistas do PIBID vinculado à Licenciatura em Matemática do Campus VI da UEPB, constantemente somos convidados a transitar entre os espaços formais da sala de aula da Educação Básica e também do Laboratório de Ensino de Matemática (LEM) na universidade. Desta forma, percebemos que os dois espaços têm como semelhança o aprimoramento do ensino de matemática e da formação docente. Amparados nas ideias de Lorenzato (2009), Turrioni (2004) e Shulman (1986) apresentamos um relato que tenta explorar a interseção dos movimentos que acontecem no âmbito das atividades de ensino, pesquisa e extensão do Laboratório de Ensino de Matemática e também do PIBID. Para composição do relato nos apoiamos na noção de professor pesquisador conforme Garrido e Brzezinski (2008), onde a nossa prática passou a ser objeto de problematização. Nesse sentido apresentamos as experiências que tivemos em três momentos distintos de nossa formação: como alunos da disciplina de Práticas de Laboratório de Ensino de Matemática, durante a monitoria dessa mesma disciplina e também como bolsistas do PIBID. Os resultados desta reflexão dão indícios de que os espaços do LEM e do PIBID são complementares, de forma que a interação nesses espaços provoca um fortalecimento mútuo destes espaços. Enquanto o PIBID tem o foco na formação docente o LEM é considerado como privilegiado para pensar o ensino de Matemática, desta a forma a nossa experiência mostra que a intersecção das ações entre LEM e PIBID são possíveis e potencializam o processo de formação docente.

Veja o artigo completo: PDF