Resumo Trabalho

ASPECTOS DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA NAS DÉCADAS DE 1930 E 1940 E SUAS RELAÇÕES COM O ENSINO DA MATEMÁTICA

Autor(es): IZAMARA REFAELA RAMOS, VERINALDO ANEAS DE FRANÇA, PATRÍCIA NÚBIA FERNANDES ROMÃO e orientado por GILMARA GOMES MEIRA

No referido trabalho trataremos de um estudo no qual analisamos como as transformações ocorridas no meio social, econômico e principalmente politico, no Brasil do século XX, mais precisamente nas décadas de 1930 e 1940 influenciaram as mudanças ocorridas no currículo de matemática da mesma época, especificamente, no que se refere à geometria. Para isso, nosso trabalho é constituído em 4 partes. Inicialmente apresentaremos algumas mudanças ocorridas na sociedade brasileira, mudanças essas que decorreram da falência dos cafeicultores brasileiros diante da crise do capitalismo, que acabou por modificar por completo o cenário politico no Brasil, assim estudaremos de forma particular o governo de Vargas, pois era o que estava no poder durante essas décadas, essas mudanças colaboraram para a criação de um plano nacional para a educação, o qual buscava sistematizar o ensino no país e contribui para a criação do Estatuto das Universidades. Em seguida, citaremos o desenvolvimento da educação como um todo, por exemplo, a organização do ensino primário, secundário, profissional e superior, verificando também a dualidade educacional existente naquela época, que por alguns motivos, ainda são bem visíveis atualmente. Adiante, citaremos algumas reformas ocorridas de modo separado nos estados brasileiros, onde daremos ênfase as reformas ocorridas em nível nacional, que foi o caso da Reforma Campos e Reforma Capanema, analisando às influências causada por elas no Brasil nessas décadas, que ainda permanecem vivas nos dias atuais. Por fim, tentamos verificar as causas que levaram ao abandono do ensino de geometria nas escolas brasileiras, partindo da análise de seu desenvolvimento durante as décadas acima citadas.

Veja o artigo completo: PDF