Resumo Trabalho

Autor(es): ANA KÉCIA DA SILVA COSTA

Vinculando-se ao conceito de um ensino de Língua Inglesa que considere de fato a abordagem dos gêneros textuais, este trabalho expõe alguns elementos das experiências vivenciadas na disciplina de Estágio supervisionado em Língua Inglesa III, no curso de Letras com habilitação em Língua Inglesa da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), durante o nono semestre no ano letivo de 2017. O presente trabalho tem como objetivo descrever o uso do gênero textual charge e sua contribuição nas aulas de Língua Inglesa, discutindo sobre algumas abordagens estudadas que propiciam tanto o aprendizado na fase do lecionar quanto à gradativa formação profissional, que se aplica desde este período até os dias correntes se aperfeiçoando a cada nova experiência adquirida. Seguindo nesse pressuposto, contamos com o aporte teórico aplicado pelas conjecturas de Marcuschi (2009) e Antunes (2009), apanhando uma via dupla de ensino-aprendizagem que seja mais pertinente para os alunos, uma vez que esses autores consideram o uso do gênero textual como ação social em um ambiente sociodiscursivo, do mesmo modo acerca de questões voltadas a área dos estudos linguísticos, ensino e gramática contextualizada para uma aula mais eficaz em seu propósito. A metodologia empregada neste artigo é de caráter bibliográfico, descritivo e qualitativo, já que possibilita um meio de contribuir na percepção da inevitabilidade de estar em ligação com as teorias de ensino, assim como perscrutar em áreas de ocorrência de ensino/aprendizagem na sala de aula. Foi constatado o resultado obtido logo na desenvoltura da atividade empregada: os alunos expuseram um resumo oral da aula e produziram outras charges.

Veja o artigo completo: PDF