Resumo Trabalho

Autor(es): JEFFERSON FLORA SANTOS DE ARAÚJO, ELIAS ALVES FILHO

A Educação do Campo no contexto do Semiárido tem se constituído como uma proposta de educação que, muitas vezes, se distancia da realidade sócio-cultural da região na qual a escola e os sujeitos sociais estão inseridos. Partindo desse pressuposto, este trabalho tem como objeto de estudo empreender uma discussão em torno do currículo contextualizado e objetivou refletir acerca da importância do currículo contextualizado na escola do campo no Semiárido Paraibano. Para tanto, selecionamos como aporte teórico-metodológico a abordagem qualitativa, com a pesquisa bibliográfica, tendo como fontes diversos livros sobre a temática estudada. Recorremos às contribuições teóricas de Carvalho (2006), Lins, Sousa e Pereira (2006), Menezes e Araújo (2007), Reis (2010), Rocha e Machado (2007), Silva (2011), entre outros estudiosos que discutem sobre a importância de uma proposta de currículo contextualizado na escola do Semiárido. Uma educação contextualizada para o Semiárido Paraibano seria um dos caminhos para a desconstrução da visão negativa acerca da região, pois iria fortalecer a identidade dos sujeitos, bem como construir conhecimentos que ajudassem a solucionar as problemáticas existentes na região. Nesse sentido, é importante uma proposta de currículo contextualizado voltado para o Semiárido. Tal proposta deve considerar os aspectos ambientais, sociais, políticos, econômicos e culturais dos sujeitos sociais que irão receber essa educação. Trata-se de um currículo que surge de uma necessidade real, em busca de uma intervenção para as problemáticas sociais vivenciadas pelos sujeitos do Semiárido Paraibano.

Veja o artigo completo: PDF