Resumo Trabalho

Autor(es): JARDENE SOARES TAVARES, ANANDA MARQUES DA CUNHA, JOSIANE TERESINHA RIBEIRO DE SOUZA e orientado por JOSÉ MADSON MEDEIROS SOUZA e orientado por JOSÉ MADSON MEDEIROS SOUZA

Introdução: A educação popular em saúde visa desenvolver atividades que integrem diferentes saberes e promovam a participação ativa da comunidade. Assim, este trabalho tem como objetivo descrever uma experiência de educação popular em saúde durante vivência em comunidade rural, na construção de uma horta vertical com plantas medicinais. Metodologia: Trata-se de uma experiência, realizada em um assentamento, localizado no município de Sapé-PB, durante o Estágio Nacional de Extensão em Comunidade (ENEC), que ocorreu no período de 05 a 17 de julho de 2017, utilizando a Metodologia de Mobilização Coletiva e Individual. Para a construção da horta vertical utilizou-se dos seguintes recursos materiais: garrafas PET, tesoura, terra adubada e arame. Resultados: A iniciativa de construção da horta vertical na comunidade surgiu a partir da ideia de uma das residentes do assentamento. A atividade foi desenvolvida no dia 14 de julho pelas viventes, na residência de um morador da comunidade, com a ajuda dos moradores da mesma e de algumas mulheres que residem na comunidade. Foi possível construir a horta vertical com a integração e participação ativa de alguns moradores do local. Posteriormente as plantas medicinais seriam cultivadas pelos moradores da comunidade. Conclusão: O trabalho com a educação popular é imprescindível para o resgate, valorização e difusão do saber popular, bem como para a construção de novos conhecimentos a partir da troca de experiências entre o saber popular e o saber científico.

Veja o artigo completo: PDF