Resumo Trabalho

Autor(es): JOSÉ ANTÔNIO DE SOUZA JÚNIOR, DEISE LUCI SILVA CUNHA

Este trabalho teve como objetivo propor uma forma alternativa de se abordar a literatura em sala de aula com alunos do ensino médio. Para tanto, selecionamos a música como um gênero textual capaz de tornar as aulas mais atrativas e, ao mesmo tempo, mais reflexivas. Paralelo a isso, esse gênero textual foi selecionado devido ao fato de promover uma discussão de modo lúdico e divertido, temas e conteúdos relevantes à cultura e sociedade brasileiras. Tendo em vista isso, selecionamos o tropicalismo e o concretismo literário brasileiro, como temas fundamentais a serem aprofundados em sala de aula. Cabe citar, no entanto, que algumas músicas de personalidades da cultura brasileira foram fundamentais para essas discussões, dentre estas, podemos destacar: “Alegria, Alegria” e “Batmacumba” de Caetano Veloso e Gilberto Gil. Essa primeira música, além de interpretar criticamente o cenário brasileiro, protesta contra a dominação da tendência nacionalista que era hegemônica no campo da MPB, haja vista que em “Alegria, Alegria” são exaltados os “invasores”, ou os símbolos do imperialismo ianque como o rock e a coca-cola. Enquanto isso “Batmacumba” apresenta uma estrutura transgressora de um texto nacional pleno de negritude ou de raízes africanas da macumba e se desenvolve através de estratégias linguísticas calcadas no hibridismo, na inversão e na subversão. Diante disso, tivemos como meta reforçar, nesse estudo, a importância de conduzirmos os alunos aos multiletramentos, essenciais à formação de cidadãos críticos, reflexivos, atuantes e participativos. Para fundamentar essa pesquisa, utilizamos como base o posicionamento teórico de alguns estudiosos, dentre os quais pode-se citar: Soares (1998), Dionísio (2006), Rojo (2012).

Veja o artigo completo: PDF