Resumo Trabalho

Autor(es): LEANDRO ANTONIO DE OLIVEIRA

O presente trabalho, apresenta as experiencias adquiridas através da intervenção da universidade por meio da extensão universitária no processo de desenvolvimento dos territórios da cidadania do estado de Alagoas. Essa relação, viabiliza a aproximação entre a universidade e sociedade idealizando um melhor desenvolvimento local. O Programa de Desenvolvimento Econômico Solidário dos Territórios da Cidadania no Estado de Alagoas, foi aprovado em 2013 pelo convênio 026/2013 MEC/SESu. O referido programa, foi executado objetivando desenvolver os Territórios da Cidadania através da formação de Agentes de Desenvolvimento de Empreendimentos Econômicos Solidários, no intuito de fortalecer os empreendimentos econômicos solidários já existentes. Desta forma, o presente estudo se justifica por retratar o papel das ações extensionistas da Universidade Estadual de Alagoas-UNEAL, por meio do convenio MEC/SESu que proporcionou através da universidade uma melhor organização e desenvolvimento para os territórios da cidadania no estado de Alagoas. O referido programa objetivou o desenvolvimento através de análise de indicadores de potencialidades dos EES. Desse modo, foi realizado dois processos seletivos, o primeiro foi para definir os cincos bolsistas do projeto, já o segundo processo ocorreu para selecionar dois capacitadores. Esses, foram escolhidos com o papel de formar 150 agentes de desenvolvimento nos empreendimentos econômicos solidários existentes nos territórios da Cidadania do estado de Alagoas. Para essa formação, foram selecionados 30 integrantes de cinco Territórios da Cidadania de Alagoas, e 10 alunos dos campis I, II, III e V da UNEAL, tendo como carga horária 50 horas. Para que isso acontecesse foi necessário que os coordenadores do projeto, bem como os bolsistas, participassem de reuniões de alguns territórios da cidadania do estado para apresentar o objetivo do projeto, e assim formar as turmas das capacitações. Analisando o desenvolvimento e a participação dos 150 alunos através dos depoimentos e relatos, foi constatado a imensa satisfação dos alunos com as ações do Programa de Desenvolvimento Econômico Solidário dos Territórios da Cidadania no Estado de Alagoas. Ao questionar os alunos sobre o quanto significou a capacitação, as respostas foram unanimes: oportunidade para melhorar sua qualidade de vida, oportunidade para ter uma formação, conhecimento e principalmente o resgate da autoestima”. Outro detalhe importante, é que essas associações que compõe os territórios da cidadania na sua maioria, são desprovidas de acompanhamentos técnicos e com na sua maioria, os membros possuem pouco conhecimento de gestão, organização e mercado o curso de agente territorial permitiu aos membros dos territórios levarem as suas associações um pouco do conhecimento adquirido durantes as formações. As capacitações para a formação de agentes foi de extrema importância para que exista a disseminação e o fortalecimento da economia solidária, e, por conseguinte, o desenvolvimento territorial no estado de Alagoas. O programa não só proporcionou à capacitação de agentes de desenvolvimento territorial, mas, atuou incentivando a importância da necessidade de uma nova economia social, geradora de renda e de trabalho para a sociedade Alagoana.

Veja o artigo completo: PDF