Resumo Trabalho

Autor(es): DENISE CRISTINA FERREIRA, MARIA JANINE PEREIRA FERNANDES, KAIO SANTOS DINIZ, PATRÍCIA DE LIMA MARTINS

Este trabalho teve como foco principal refletir sobre as questões pedagógicas dos libertários no Brasil no início do século XX, período de intensas transformações sociais, políticas e econômicas. A analise foi realizada através de um jornal operário e anarquista, A Plebe, da cidade de São Paulo, existente entre os anos de 1917 a 1935. Este jornal deixou um legado importante para a sociedade, junto ao movimento operário. O objetivo deste trabalho foi resgatar a contribuição do pensamento educacional dos libertários no Brasil. A relevância desta pesquisa consiste na contribuição das propostas pedagógicas postas por anarquistas durante o período considerado. As cópias do jornal a plebe foram analisadas e catalogadas em ordem cronológica. Dentre os diversos temas debatidos nos artigos analisados, destaco: sociedade, igreja, Estado, escola, criança, professor, trabalho manual ao trabalho intelectual, ciência e arte, ensino e prática e outras visões sociais. Através da leitura destes artigos podemos compreender uma época importante para a formação das instituições brasileiras. Tendo como contribuição teórica um olhar divergente daquele apresentado por literaturas especializadas. Concluímos que a proposta educacional dos anarquistas seria através da autogestão, através da solidariedade e harmonia, em prol do bem estar de todos. Uma educação com a participação efetiva dos alunos em todos os eventos sociais, como por exemplo, no movimento operário, a participação destes indivíduos já passaria pela conscientização das questões sociais. Portanto, tal tema ainda é pouco estudado, mas, espera-se que esse trabalho possa contribuir com aqueles que estudam historia da educação no Brasil.

Veja o artigo completo: PDF