Resumo Trabalho

Autor(es): MISLEIDE SILVA SANTIAGO, ZÉLIA MARIA DE ARRUDA SANTIAGO

A Educação Financeira (EF) na escola é um tema relevante frente às práticas sociais de consumo na vida das pessoas, desta forma desafia a capacidade de gerenciamento financeiro. A EF difere da Matemática Financeira (MF), estando referenciada nas propostas de ensino e prática pedagógica dos professores (as) de Matemática. Considerando a docência em Matemática, assim como a EF relevante a formação dos alunos, investigou-se concepções de professores de Matemática sobre o seu ensino na escola, como trabalham a EF com alunos, além da sua aceitabilidade, por parte destes. Esta investigação insere-se numa pesquisa de mestrado, todavia, neste recorte analisa-se informações coletadas num questionário aplicado com professores (as) de Matemática de Escolas Públicas da Cidade de Campina Grande-PB. A partir das questões propostas é possível entender as concepções dos professores acerca da E.F, as abordagens da metodologia de Ensino enquanto a este tema e de forma geral, busca-se entender a importância dada a este tema em sala de aula de Matemática. Esta pesquisa caracteriza-se como bibliográfica e qualitativa fundada nas contribuições teóricas da Educação Matemática. Os dados revelam que há professores que tratam a EF ao orientar os alunos (as) sobre o planejamento das finanças pessoais, porém, desconectada dos enfrentamentos consumistas vivenciados pelos jovens na sociedade contemporânea. Constata-se a relevância de um trabalho pedagógico sistematizado e permanente com os alunos acerca das demandas sociais de consumo na sociedade contemporânea e planejamento nos enfrentamentos de suas práticas cotidianas pelos jovens. Além disso, os professores sugeriram várias metodologias de ensino com esta temática. Assim, a participação dos docentes pode contribuir com eficiência para aprendizagem dos alunos.

Veja o artigo completo: PDF