Resumo Trabalho

Autor(es): THAIS DE OLIVEIRA E SILVA, PATRÍCIA CRISTINA DE ARAGÃO

O sistema educacional brasileiro ainda é homogeinizador quando se refere às discussões em torno das religiosidades e suas identidades na escola, a diversidade étnica e cultural ainda consiste num desafio a ser enfrentado pelo docente no espaço da sala de aula, pois a sociedade brasileira ainda é excludente, no que se refere as questões étnico-raciais. Considerando que vivemos em um país com muitas desigualdades e, estas implicam em questões sociais e também culturais, já que estamos diante de uma sociedade pluriétnica nosso objetivo discutir e refletir sobre a importância de se dialogar sobre as religiosidades afro-brasileiras no contexto escolarizado brasileiro promovendo assim uma educação baseada na diversidade cultural. Para tanto dialogamos com Barros (2014) sobre a construção das diferenças na nossa sociedade baseadas na cor, com Prandi (1995) e Bakke (2011) no referente à religiosidade afro-brasileira, com Fleuri (2013) e Rodrigues (2013) para compreensão da diversidade cultural e o multiculturalismo na educação. Portanto compreendemos a importância da educação para as relações étnico-raciais no que se refere à problematização esta temática nas escolas, com a comunidade escolar, oferecendo o suporte necessário para que a escola se torne o lugar da desconstrução dos estereótipos negativos, do racismo, e isto dê espaço para a alteridade e o respeito à diversidade religiosa. Nisto não nos referimos apenas às religiões afro-brasileiras, mas da diversidade religiosa como um todo, pra que desta forma a educação cumpra seu papel de formadora de cidadãos críticos e de promoção de uma sociedade inclusiva.

Veja o artigo completo: PDF