Resumo Trabalho

AS REFLEXÕES DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO FRENTE ÀS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E AO MODELO DE DESENVOLVIMENTO SOCIO-EDUCACIONAL BRASILEIRO

Autor(es): DAMIÃO DE LIMA, DEBORAH SILVA DO NASCIMENTO e orientado por DAMIÃO DE LIMA e orientado por DAMIÃO DE LIMA

Este artigo apresenta alguns resultados parciais, porém, relevantes do projeto PROLICEN intitulado Diagnóstico inicial sobre o aluno do século XXI que frequenta a escola pública na Paraíba. Seu objetivo é discutir a realidade escolar e o projeto educacional vigente, na perspectiva de formular um novo modelo educacional que seja realmente democrático e participativo. Por essa razão, trata-se de uma proposta apenas iniciada e que deverá servir, também, para integrar mais profissionais que desejem transformar o modelo educacional de maneira inclusiva. A metodologia proposta é, antes de tudo, renovadora, à medida que dará voz a um agente educacional ausente nas discussões, modelos e reformas no mundo escolar até então propostas. Partimos do princípio que não se transforma o modelo educacional com receitas autoritárias ou de gabinetes, propondo a mudança do micro para o macro. Destarte, na nossa concepção, toda transformação deverá ser iniciada na escola e deverá envolver todos os agentes educacionais, servidores técnicos administrativos, direção, professores e estudantes. Construído o projeto de escola, este deverá ser apresentado à comunidade e, com o aval desta, deverá tornar-se exemplo para outras escolas e comunidades do seu entorno. A escolha pelos discentes para iniciar o projeto se deve ao fato de considerarmos seu segmento como a razão maior da existência da educação e da escola, mas que também é frequentemente excluído na discussão sobre formulação de modelos educacionais. Nesse artigo, apresentamos algumas discussões, críticas e sugestões dos estudantes-participantes que consideramos como centrais no primeiro ano de desenvolvimento do projeto. Esperamos que as provocações lançadas pelos discentes da escola em que desenvolvemos a pesquisa inquietem estudiosos ou entusiastas de todas as áreas de ensino, administração e aprendizagem escolar, e que estes venham a contribuir na construção de um novo modelo educacional.

Veja o artigo completo: PDF