Resumo Trabalho

CAMINHANDO COM SAÚDE: UMA ANÁLISE DO PERFIL DOS INDIVÍDUOS QUE UTILIZAM A ALÇA SUDESTE PARA A PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA.

Autor(es): MAYARA RAMALHO DE ANDRADE , ALEX BRUNO DA SILVA FARIAS, WALTER LEANDRO CANDEIA NETO e orientado por EDUARDO LIMA LEITE e orientado por EDUARDO LIMA LEITE

OBJETIVO: O objetivo do presente estudo foi mapear o perfil dos indivíduos que utilizam a Alça Sudeste no município de Patos-PB, para a prática de atividade física. Participaram do estudo indivíduos entre 06 a 92 anos de idade morador dos vários bairros do município. METODOLOGIA: As variáveis idade(anos), sexo(m e f), circunferência abdominal(cm), pressão arterial(mmhg), altura(m), peso(kg), nível glicêmico (mg/dl) e índice de massa corporal (IMC), os dados foram coletados através de questionário. Foi considerado também na análise dos dados a variância para medidas repetidas com a finalidade de estabelecer o perfil das pessoas que habitualmente utilizam as margens do canal para caminhada. RESULTADOS: Os resultados demonstraram em geral que em relação às variáveis antropométricas, os indivíduos com maior faixa etária, apresentaram IMC alto quando comparados com indivíduos de menor faixa etária, ao passo que indivíduos de faixa etária menor e que caminham com pouca frequência, apresentaram características semelhantes com os de maior idade. CONCLUSÃO: o estudo permitiu concluir que a atividade física (caminhada/corrida) não é um fator decisivo para alterar as taxas de IMC nestes indivíduos, e que as atividades destas pessoas não estavam sendo realizadas dentro do princípio da especificidade de cada um e acompanhamento de profissional especializado. Além disso, com base nos resultados podemos contribuir para futuros estudos comparativos entre os bairros no município e adequação da atividade de treinamento físico.

Veja o artigo completo: PDF