Resumo Trabalho

Autor(es): ANDRESSA BARBOSA DE FARIAS LEANDRO, IRANILSON BURITI DE OLIVEIRA

O regime autoritário político denominado de Estado Novo fez amplo uso da propaganda política para legitimar o seu poder. Nesse sentido, foi elaborado nos primeiros anos do novo regime um calendário cívico com diversas datas comemorativas, que cumpriam a função de encenar os valores pretendidos pela ordem política vigente. A partir de então, todas as cidades do país, a exemplo de Natal-RN, comemoravam essas datas, contribuindo assim para a difusão e legitimação do Estado Novo. Natal vivia um clima de nacionalismo e patriotismo efervescente, visto que devido aos delineamentos da Segunda Guerra Mundial, a cidade passou a abrigar a base aérea norte-americana. O objetivo deste trabalho é analisar as cerimônias cívicas realizadas na cidade de Natal-RN no período do Estado Novo (1937-1945), através da problematização das notícias vinculadas nos Jornais A República e A Ordem, circulantes na cidade natalense nesse recorte cronológico. Interessa-nos compreender como essas cerimônias cívicas foram utilizadas pela nova ordem dominante para inscrever no corpo da juventude natalense os ideais de civismo, patriotismo e autocontrole propagados pelo novo regime.

Veja o artigo completo: PDF