Resumo Trabalho

AMORA: UM PANORAMA SOBRE A DIVERSIDADE DAS REPRESENTAÇÕES DA LESBIANIDADE NOS CONTOS DE NATALIA BORGES POLESSO

Autor(es): MARIANA SOUZA PAIM

O objetivo do presente trabalho é analisar as representações da lesbianidade e de gênero presentes no livro de contos Amora (2015) de autoria da escritora gaúcha Natalia Borges Polesso. A obra que ganhou bastante reconhecimento e popularidade, tanto da crítica, via premiações como o Jabuti de 2016 na categoria contos, quanto do público, ocupa um lugar singular tendo em vista a literatura que versa sobre lesbianidade produzida no Brasil. O livro é composto por um total de trinta e três contos divididos em duas partes, a primeira intitulada Grandes e sumarentas, conta com contos mais longos e narrativas mais fechadas, enquanto a segunda parte Pequena e ácidas, apresenta narrativas mais curtas e experimentais. As narrativas presentes em Amora têm em comum a centralidade no que se refere ao protagonismo feminino e a vivencia da lesbianidade, possuindo uma grande diversidade com relação a caracterização das personagens, o exercício da sexualidade e a construção das identidades lésbicas. Interessa-nos aqui compreender como as dimensões relacionadas as dinâmicas de gênero e sexualidade são representadas em meio as narrativas de Amora, buscamos assim traçar um panorama das personagens em meio ao qual se discutirá a diversidade das protagonistas, não apenas no que diz respeito a caracterização e aos recortes de classe, raça e geração, mas também sobre a maneira como lidam com o desejo e se relacionam entre si. Desse modo, acreditamos que este trabalho possa representar uma possibilidade de contribuição aos estudos sobre a representação das sexualidade e vivencias consideradas dissidentes e /ou marginalizadas, ao passo em que colabora com a formação da fortuna crítica da autora, abrindo um viés de discussão sobre a sua obra.

Veja o artigo completo: PDF