Resumo Trabalho

A MULTIDIMENSIONALIDADE DA SEXUALIDADE E DAS RELAÇÕES DE GÊNERO COMO CONSEQUÊNCIA SOCIAL NOS TRANSGÊNEROS

Autor(es): WELLINGTON PEREIRA RODRIGUES e orientado por FELIPPE PESSOA DE MELO

Introdução: Os profissionais de saúde que se destinam a trabalhar com grupos de adolescentes em escolas, centros comunitários ou unidades básicas de saúde, devem ter amplo conhecimento na área de educação sexual, sendo as questões levantadas por eles relativa a este assunto que possui um cunho de grande relevância em suas discussões. Objetivo: O trabalho tem como objetivo explicar acerca das diferenças da multidimensionalidade da sexualidade e das relações de gênero como consequência social no início da sexarca entre homens e mulheres da cidade de Lagarto/SE no ano de 2018. Método: Trata-se de um estudo descritivo, transversal, de campo, com abordagem quantitativa e qualitativa, realizado nas cidades de Lagarto/SE. Resultado: Através das entrevistas, notou-se que (4; 50,0%) mostram vontade própria nas suas escolhas diante do tema estudado. (3; 30,0%) associou com a falta de emprego e (2; 20,0%) relatou necessidades relacionado ao seu estilo de vida. Dos entrevistados, (8; 98,0%) já relataram ter sofrido violência tanto físicas quanto psicológicas e (2; 2,0%) não relataram violência. Os entrevistados foram perguntados sobre alguma consequência devido ao seu trabalho e (6; 96,0%) relatou ter contraído infecções agudas e (2; 2,0%) já sofreu agressões e (2; 2,0%) relatou outras causas. Quando perguntados se já receberam aconselhamento sobre educação em saúde (10; 100,0%) relataram não ter recebido quaisquer orientações sobre educação sexual. Conclusão: Desse modo, é incondizente com a realidade, dentro do princípio da legalidade, por não dialogar com os princípios dentro da sociedade, dado que na prática nada do que foi descrito é realizado.

Veja o artigo completo: PDF