Resumo Trabalho

AÇÕES DE MANEJO PRIORITÁRIAS PARA A CONSERVAÇÃO DE AVES LIMÍCOLAS MIGRATÓRIAS EM SALINAS ARTIFICIAIS NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO

VITOR DE OLIVEIRA LUNARDI, DIANA GONÇALVES LUNARDI

Áreas costeiras tropicais e temperadas são um dos principais destinos de milhares de aves limícolas Charadriiformes Neárticas durante os períodos de invernagem e migração, entretanto, estas regiões são um dos ecossistemas mais alterados por atividades antrópicas no mundo. Após a implementação da indústria salineira nos estuários do litoral semiárido do Brasil entre os séculos 16 e 17, aves limícolas migratórias vêm utilizando (por falta de opção) as salinas como locais alternativos e/ou complementares para alimentação e descanso. Neste estudo apresentamos uma análise resumida dos dados coletados durante pesquisas em uma salina (~145ha) na região costeira semiárida brasileira, comparando-os com dados científicos publicados sobre conservação de aves limícolas em salinas de outras partes do mundo. Adicionalmente, apresentamos uma proposta inicial com três ações prioritárias de manejo das áreas de salinas do semiárido nordestino brasileiro, a fim de garantir condições de alimentação e descanso de populações de aves limícolas migratórias. Estas ações seriam: (i) realização de monitoramento sazonal das populações de aves em toda a região semiárida, associado à implementação de um planejamento estratégico ambiental da região; (ii) avaliação das condições fisiológicas de limícolas neárticas que não conseguiram realizar a migração de retorno às regiões de origem; (iii) estabelecimento de norma de conduta para o manejo das empresas salineiras que atuam na região, com objetivo de aumentar as oportunidades de alimentação e descanso das aves. As iniciativas apresentadas poderão representar um passo inicial importante para garantir a sobrevivência de inúmeras aves limícolas que anualmente dependem desta região para concluírem seus ciclos anuais.

Veja o artigo completo: PDF