Resumo Trabalho

A GESTÃO AMBIENTAL EM AGROECOSSISTEMAS: A PROBLEMÁTICA DA ÁGUA E DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NO SEMIÁRIDO

PAULO VÍCTOR DA SILVA FILGUEIRA, LECI MARTINS MENEZES REIS

O objetivo geral deste trabalho é propor um plano de gestão para melhoria do desempenho ambiental dos agroecossistemas na comunidade do Morcego, localizada no município de Campo Grande, Semiárido do Rio Grande do Norte, tendo como a seguinte pergunta norteadora: que plano de gestão ambiental pode ser proposto para melhoria do desempenho ambiental dos agroecossistemas da comunidade do Morcego? O objetivo geral do estudo foi o de propor um plano de gestão ambiental para melhoria do desempenho ambiental de agroecossistemas da comunidade do Morcego, localizada no município de Campo Grande-RN. A metodologia partiu inicialmente de revisão de literatura, observações, análise de imagens, bem como entrevistas aos trabalhadores rurais e técnicos de cooperativa de assistência rural (Cooperativa Sertão Verde), envolvidos com a gestão ambiental e agroecologia. Com base no processo de pesquisa, foi possível formular um plano de gestão, com base em diversos indicadores ambientais, tais como resíduos sólidos e água. Os resultados concentram-se no armazenamento e utilização da água, bem como no destino de resíduos sólidos, por considerarmos que estas estão entre as problemáticas mais pertinentes que na atualidade afetam a população do semiárido. Acredita-se que a relevância deste trabalho reside no fato de proporcionarmos ao público participante da pesquisa, orientações técnicas e educativas no sentido de aperfeiçoar o trabalho já desenvolvido pela comunidade do Morcego, aliando educação e gestão ambiental. A contribuição da proposta do plano de gestão ambiental adquire maior importância à medida em que se desenvolve em uma comunidade organizada que vem vivenciando um processo de formação voltada para o trabalho rural de agroecossistemas, considerando-se assim um aspecto que contribui com as ações realizadas.

Veja o artigo completo: PDF