Resumo Trabalho

AS TIC’S COMO PROPOSTA DE INOVAÇÃO DO CONHECIMENTO NA AGRICULTURA FAMILIAR DO SEMIÁRIDO POTIGUAR BRASILEIRO

ZILDENICE MATIAS GUEDES MAIA, CHRISTIANE FERNANDES DOS SANTOS, DANIELLE SIMONE DA SILVA CASILLO, LEONARDO AUGUSTO CASILLO

Atualmente, observar-se um fortalecimento da relação entre o poder público e sociedade civil organizada, no que diz respeito à implantação de políticas públicas para o contexto rural. Considerando essa realidade no contexto do semiárido potiguar brasileiro, a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) vem implantando a cultura digital, através do Programa "Estruturação de Telecentros e Casas Digitais e Formação de Multiplicadores em Comunidades Rurais de Municípios do Semiárido Potiguar - Semiárido Digital", em diferentes municípios do Estado do Rio Grande do Norte: Angicos, Apodi, Caraúbas, Fernando Pedroza, Janduís e Mossoró. A finalidade do Programa é desenvolver a cultura digital no âmbito de comunidades rurais e urbanas desses municípios por meio da reestruturação dos Telecentros e Casas Digitais disponíveis nas comunidades. Também, propõe a oferta de cursos básicos de informática, cursos à distância de formação, além de formar multiplicadores do conhecimento. Dessa maneira, o artigo em questão, tem como objetivo apresentar os principais resultados alcançados através das etapas já realizadas pelo “Semiárido Digital”. Ações como manutenção e instalação dos equipamentos de informática, softwares e internet, já foram realizadas nos municípios de Janduís (4 telecentros), Mossoró (1), Apodi (3), Fernando Pedroza (2) e Angicos (2). Os cursos de Informática Básica e o de Introdução a Educação à Distância e ao ambiente Moodle, já foram realizados nos telecentros presentes no município de Janduís. Dessa forma, um total de 46 alunos foram contemplados com o Curso de Informática e o de Introdução a Ead e ao Ambiente Moodle, sendo 18 concluintes da comunidade de Setubal, 11 de Pacuti e 16 da Associação Santa Teresinha. Estão em curso as aulas de informática no município de Angicos e Fernando Pedroza, Mossoró (Maísa) e também em Janduís, capacitando novas pessoas. As diferentes estratégias de inovações permitidas pelas TICs foram pensadas mediante o contexto e necessidades do local. Desse modo, surgem como possibilidade de fortalecer a vivência das pessoas na própria comunidade, seja através da formação presencial e/ou à distância, proporcionando a possibilidade de otimização das suas atividades produtivas e da valorização do local, através da inclusão digital e social.

Veja o artigo completo: PDF