Resumo Trabalho

ANÁLISE DOS PARÂMETROS FÍSICO-QUÍMICOS DAS ÁGUAS DA PRAIA DE PONTA NEGRA EM NATAL/RN – PH, TURBIDEZ, CONDUTIVIDADE, SALINIDADE E DENSIDADE

ALEX VINICIUS OLINTO DA SILVA e orientado por ANA KARLA COSTA DE OLIVEIRA e orientado por ANA KARLA COSTA DE OLIVEIRA

A qualidade das águas das praias vem a anos adquirindo uma importância crescente diante de fatores poluentes e um alto índice de urbanização nas zonas costeiras. Ponderando suas questões ambientais e suas atividades recreativas que acarreta um contato direto e prolongado com o corpo hídrico, foi adotado normas e leis que consideram a preservação da vida marinha e visam a saúde e o bem-estar humano que pode ser afetado pelas condições de corpos hídricos que ofereçam recreação de contatos primários, propondo analises por meio de parâmetros físico-químicos e microbiológicos para que seja possível um monitoramento das águas das praias. Com isso, este projeto objetivou qualificar as águas da praia de Ponta Negra – Natal/RN, para fins de balneabilidade, por intermédio de análise dos parâmetros físico-químicos (pH, turbidez, condutividade, salinidade e densidade). As coletas foram realizadas utilizando recipientes de polietileno tereftalato em doze pontos distintos da orla traçados com o auxílio do aplicativo Google Earth. Após a devida realização da coleta, as amostras foram armazenadas em ambiente refrigerado e transportadas para o laboratório de pesquisa mineral na Diretoria de Recursos Naturais, para a realização das análises. Os dados foram obtidos para realizar um diagnóstico da qualidade da água da praia devido a sua importância turística e ambiental, e que ao longo dos anos vem sofrendo com a crescente urbanização que acarretam diversos problemas ambientais. Com os resultados obtidos com os procedimentos das análises dos parâmetros físico-químicos, em comparação com a resolução do Conselho nacional do Meio Ambiente e os índices de normalidades para cada parâmetro, foi constatado que: os valores de pH variam entre 7,2 a 8,5, se mantendo dentro da normalidade que é entre 6,5 e 8,5, significando que as águas não apresentam um alto teor de acidez; Os resultados da turbidez variam de 4,06 ntu a 18,6 ntu, não ultrapassando o índice máximo permitido de 40ntu, e ao decorrer da coleta não foi constatado nenhum tipo de substancias visíveis que pudesse causar alguma turbidez; A condutividade elétrica, utilizou a unidade de medida Ms (Mili) significando um valor 1000 vezes maior que a Us (Micro), seus resultados se mostraram mais elevada no ponto 6 com 8,461 ms/cma, e seu menor índice no ponto 3 com 3,134 us/cma, sendo a única amostra de valor micro, porém com numeração elevada, concluindo que a condutividade está de acordo com seu valor base, sendo de 2.250 uS/cm para mais; Utilizando dos resultados da condutividade para determinar a Salinidade, foi diagnosticado uma alta concentração de sais minerais nas águas, pois uma condutividade acima de 2.250 uS/cm significa alto teor de salinidade, sendo assim, esse resultado da salinidade era esperado levando em consideração que são amostras de águas salinas; A densidade, utilizando de sua formula matemática, os cálculos mostraram resultados dentro do esperado, não ultrapassando de seu valor base de 1. Por fim, percebeu-se a normalidade dos valores obtidos em relação aos parâmetros analisados, obtendo resultados esperados e satisfatórios a respeito da qualidade da água da Praia da Ponta Negra.

Veja o artigo completo: PDF