Resumo Trabalho

ANÁLISE DA ARGAMASSA COM ADIÇÃO DE BAGAÇO DA CANA-DE-AÇÚCAR NO SEMIÁRIDO PARAIBANO

MARY WILLIANY ALVES DOS SANTOS CARLOS, ANA LÍDIA ALVES DE ARAÚJO, DANIELLE GOUVEIA DE ARAÚJO, FELIPE ALVES DA NÓBREGA e orientado por JOSÉ ARAÚJO SILVA e orientado por JOSÉ ARAÚJO SILVA

As argamassas são materiais de construção com propriedades de aderência e endurecimento. São obtidas a partir da mistura homogênea de um ou mais aglomerantes, agregado miúdo e água, podendo conter ainda aditivos e adições minerais. Sendo estas aplicadas em assentamento de tijolos, revestimento de paredes, regularizações de superfícies, entre outros. Atualmente, o bagaço da cana-de-açúcar é considerado o principal resíduo agrícola brasileiro. Em virtude da facilidade da obtenção desse substrato no Brasil, ocasionou o crescimento nos estudos e no emprego de materiais como inclusão deste, na produção de compósitos propiciada principalmente, pela versatilidade no processamento, baixo custo e as propriedades mecânicas satisfatórias. Nesta linha de pensamento, o presente trabalho visa analisar de forma comparativa a propriedades físico-mecânica da argamassa convencional e com adição de bagaço da cana-de-açúcar. A metodologia empregada consistiu na elaboração de corpos-de-prova de argamassa sem e com incorporação de bagaço da cana-de-açúcar, nos teores de 2%, 3% e 4%, em substituição da massa de agregado miúdo. Os compósitos estudados apresentam queda na densidade de acordo com o aumento de inserção de fibras. É possível notar que o compósito fabricado com 2% de fibra apresentou melhores resultados de resistência à compressão que os demais. Aos 21 dias de cura o valor atingido foi de 5,48 MPa com densidade de 1959,76 kg/m³. Por fim, a inserção de fibras diminui significativamente a densidade e aumenta a porosidade do compósito gerando um material mais leve e econômico. Porém as fibras adicionadas no compósito diminuíram a resistência do material devido à má ancoragem da matriz cimentícia na superfície das fibras.

Veja o artigo completo: PDF