Resumo Trabalho

A ATUAL SITUAÇÃO HÍDRICA E AS ALTERNATIVAS DA POPULAÇÃO PARA CONVIVER COM A ESCASSEZ DE ÁGUA NO MUNICÍPIO DE CUITÉ, SEMIÁRIDO PARAIBANO

JOÉDSON DA ROCHA DANTAS, JOSÉ VITORINO FEITOZA

O nordeste brasileiro sempre foi lembrado pela imagem da seca que sempre castigou a região. Atualmente a região vem enfrentando seis anos seguidos de seca, afetando a população e trazendo problemas para inúmeros municípios. Quando uma região é acometida por uma grande seca, vários setores são atingidos, a produção agrícola é comprometida, a pecuária pode chegar a ser dizimada e as reservas de água existentes se esgotam completamente. O município de Cuité-PB conta com apenas um açude de médio porte que é responsável pelo abastecimento de toda a cidade e também da cidade vizinha de Nova Floresta-PB. Este trabalho objetivou analisar a atual situação hídrica do município, as formas de acesso a água e as possíveis alternativas utilizadas pelos moradores para suprir e conviver melhor com a escassez hídrica. Foram aplicados 95 questionários semiestruturados, distribuídos em todos os bairros do município. De acordo com dados obtidos da AESA, atualmente o principal açude que é responsável pelo abastecimento do município encontra-se com seu volume extremamente baixo. Grande parte da população não possui fonte particular de abastecimento em suas residências, desta forma tem que adquirir água através de outras alternativas que por sua vez elevam o custo ao bolso do consumidor, e consequentemente comprometendo uma parcela maior da renda familiar. A população nomeou como os principais responsáveis pela atual crise hídrica: a gestão pública, as causas naturais e a falta de conscientização da população, respectivamente. Essa situação trouxe para os moradores várias consequências e transtornos que precisam ser contornados com medidas mais efetivas.

Veja o artigo completo: PDF