Resumo Trabalho

ANÁLISE DOS PERÍODOS ÚMIDOS E SECOS NO MUNICÍPIO DE CASTELO DO PIAUÍ, NORDESTE DO BRASIL

FRANCÍLIO DE AMORIM DOS SANTOS

A pesquisa ora apresentada teve como objetivos: identificar a normal climatólogica anual e mensal; analisar a precipitação pluviométrica, a partir de estatística descritiva e do Lamb Rainfall Departure Index (LRDI); estimar a tendência ao aumento ou diminuição da precipitação pluviométrica mensal e anual, por meio do teste de Mann-Kendall, no município de Castelo do Piauí, situado no Nordeste do Brasil. Para tanto foram obtidos dados de precipitação pluviométrica, para o período de 1963 a 2001, junto ao site da Agência Nacional de Águas (ANA), que tiveram suas falhas corrigidas por meio do pacote de programas USUAIS e empregados nos softwares BioEstat e Past. Os dados dos postos inseridos no interior do município de Castelo do Piauí apresentaram ótima correlação com os postos do entorno, posto que seu Coeficiente de Regressão Linear (R) tenha exibido valor de 0,8895. Em relação à normal climatológica anual média esta indicou média histórica em Castelo do Piauí de 1.071,8 mm, ao passo que a normal climatológica mensal apontou período chuvoso localizado nos meses de janeiro a abril, tendo o mês de março com o maior volume precipitado (270,0 mm), e período seco situado entre os meses de maio a dezembro, destacando-se o agosto como o mais seco (3,3 mm médios). Por meio do LRDI observou-se que na série analisada ocorreram mais anos secos que úmidos, tendo sido distinguidas a ocorrência de 15 eventos El niño de intensidades variadas, que em 17 ocasiões foram determinantes na sucessão de anos secos. A série analisada não indicou tendência positiva, posto que o teste de Mann-Kendall tenha indicado Pvalor de 0,535129167 (5,3%).

Veja o artigo completo: PDF