Resumo Trabalho

ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE DOIS MÉTODOS DE EVAPOTRANSPIRAÇAO PARA QUATRO CIDADES PARAIBANAS

FAGNA MARIA SILVA CAVALCANTE, IGOR BRUNO MACHADO DOS ANJOS, MARIANA LIMA FIGUEREDO, RENATA LUANA GONÇALVES LOURENÇO e orientado por VIRGÍNIA DE FÁTIMA BEZERRA NOGUEIRA e orientado por VIRGÍNIA DE FÁTIMA BEZERRA NOGUEIRA

Para se entender o balanço hídrico de uma região é fundamental ter o conhecimento sobre a evapotranspiração potencial (ETP) na mesma. A ETP é um parâmetro importante a ser estudado, pois exerce influência direta sobre a umidade atmosférica, regime de chuvas, determinação da capacidade de reservatórios, entre outros. Dessa maneira o estudo foi desenvolvido para analisar a estimativa de evapotranspiração potencial obtida através de dois métodos, o de Thorntwaite-Camargo e o de Hargreaves & Samani, calculados com os dados de temparatura da estação pluviométrica dos municípios de Areia, Campina Grande e Patos, para a cidade de Sousa usou-se a estação, São Gonçalo. Os dados disponibilizados pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) para o período de 2016. Estes foram organizados em intervalos máximos e mínimos. Para comparação dos valores de ETP estimada nos dois métodos, utilizou-se o modelo de Thorntwaite-Camargo como variável dependente, tendo em vista que foi desenvolvido para ser empregado em qualquer condição climática, e o de Hargreaves & Samani como variável independente, desenvolvido somente para clima seco. Para o cálculo por meio destes modelos aplicou-se a temperatura do ar e a amplitude térmica local da área. A avaliação do ajuste dos parâmetros dos dois modelos foi realizada por regressão linear simples. Observando os resultados tem-se maiores valores de ETP para as cidades do sertão, isso por apresentarem as maiores temperaturas. As cidades do agreste apresentaram menor ETP que as do sertão nos dois modelos empregados, porém comparandos os valores resultantes nos dois nota-se uma melhor representação para estas cidades. Os municipios de Campina Grande e Areia tiveram a ETP superestimada pelo método de Hargreaves & Samani, principalmente no período úmido, enquanto o método de Thorntwaite-Camargo subestimou a ETP para as cidades do sertão, principalmente no período seco.

Veja o artigo completo: PDF