Resumo Trabalho

AVALIAÇÃO DA MACROFAUNA EDÁFICA EM ÁREA DE CAATINGA, EM SANTANA DO IPANEMA, ALAGOAS

JARDEL ESTEVAM BARBOSA DOS SANTOS, ANDERSON MARQUES ARAÚJO DO NASCIMENTO, ANA BEATRIZ DA SILVA e orientado por KALLIANNA DANTAS ARAUJO e orientado por KALLIANNA DANTAS ARAUJO

Os organismos do solo desempenham papel ecológico, como ciclagem de nutrientes, revolvimento do solo, incorporação de matéria orgânica e controle biológico de pragas do solo. Ainda são escassos estudos sobre a sazonalidade desses organismos, no bioma Caatinga. Objetivou-se avaliar a macrofauna edáfica em área de Caatinga, na Estação Experimental da EMATER, em Santana do Ipanema, Alagoas. Para a avaliação da macrofauna edáfica foram utilizadas armadilhas Provid confeccionadas com garrafas PET transparente de 2 L, que foram enterradas a 10 cm de profundidade do solo com os orifícios rente a superfície do solo e mantidas em campo por um período de 96 horas. A contagem e identificação dos organismos foram realizadas de acordo com a ordem, utilizando-se lupas, pinças e chave de identificação. Foi calculada a abundância, o percentual dos indivíduos, a frequência absoluta e a constância. O Índice de Constância foi obtido, a partir do percentual de coletas de cada espécie, pela equação: C=(Px100)/N, onde C=Constância, P=número de coletas de uma determinada espécie; N=número total de coletas efetuadas. Os valores calculados de C foram agrupados em Constantes (C>50%), Acessórias (C>25% e

Veja o artigo completo: PDF