Resumo Trabalho

ADSORVENTE NATURAL PROVENIENTE DA CORTIÇA SOBREIRO (QUERCUS SÚBER) COMO ALTERNATIVA PARA TRATAMENTO DE ÁGUAS

FRANCISCO CARLOS DE MEDEIROS FILHO e orientado por DENISE DOMINGOS DA SILVA e orientado por DENISE DOMINGOS DA SILVA

A cortiça é proveniente da casca de uma espécie chamada Sobreiro (Quercus Súber) que produz uns tecidos vegetais constituídos em sua maioria em células suberizadas as quais são impermeáveis e resistentes a vários agente externos. (LEITE, 2016). O Sobreiro é uma árvore da família do carvalho, natural da Península Ibérica (Portugal e Espanha) cultivada no Sul da Europa e a partir da qual se extrai a cortiça. Nessa perspectiva, as pesquisas recentes apontam que a utilização de cortiça e seus derivados apresentam propriedades que atuam como adsorvente natural para tratamento de águas. A água é um recurso natural importante para sociedade, contribui para manutenção da vida e recursos industriais. Este trabalho tem como objetivo apresentar, a descrição de algumas ideias sobre a cortiça e seus derivados como adsorvente natural para tratamento de águas e contaminantes por intermédio de uma revisão bibliográfica acerca do tema em debate. Considera-se a pesquisa relevante, pois trás contribuições a respeito do tratamento de águas, utilizando adsorvente natural, a partir da sua reutilização no meio ambiente para fins que beneficiem a qualidade da água para consumo humano e/ou industrial. O presente trabalho é motivado à pesquisa bibliográfica pelo método da revisão integrativa, tendo em vista que é possível sumarizar as pesquisas realizadas e obter conclusões a partir de um tema de interesse. O levantamento bibliográfico foi realizado por meio eletrônico. Decorrente dessa busca científica partiu-se para análise do material, através de livros, revistas e artigos que abordem sobre o assunto elencado, a fim de obter embasamento teórico para discussão de tais informações no referido trabalho. Este arquivo tem por intenção se aprofundar sobre adsorvente para tratamento de águas e as contribuições que a cortiça favorece à sociedade. Diante do exposto, objetiva-se identificar as múltiplas vertentes sobre o assunto nos diversos aspectos da área de estudo da Química Analítica aplicada.De acordo com Bandeiras, 2014 os carvões derivados da cortiça permitiram remover até 90% da concentração de cada fármaco das águas, que podem melhorar a qualidade da água a partir da obtenção dessa biomassa. O tipo de tratamento dos aglomerados de cortiça gera - uma característica diferente - estrutura porosa interna dos grânulos, o que influenciará a afinidade para cada molécula. Segundo, Mestre e Carvalho 2014 derivados de cortiça estão atualmente em estudo para projetos piloto de tratamento de águas. Apesar de os aglomerados serem produzidos a partir de cortiça que não utilizável para a produção de rolhas, os grânulos podem vir a ser obtidos a partir de reciclagem em grande escala de rolhas após tratamento adequado. Nesse sentido, a importância desse estudo é mostrar a relevância da cortiça como adsorvente natural como alternativa para o tratamento de águas que apresentem parâmetros acima do esperado para consumo. Além disso, vale salientar que a pesquisa trás contribuições acerca do tratamento de águas utilizando adsorvente natural, a partir da sua reutilização no meio ambiente para fins que beneficiem a qualidade da água para consumo humano e/ou industrial.

Veja o artigo completo: PDF