Resumo Trabalho

AGROTÓXICOS E O CULTIVO DE BANANA: O CASO DE CARIÚS - CE

SÓSTENES GOMES DE SOUSA, GIRLAINE SOUZA DA SILVA ALENCAR, FRANCISCO HUGO HERMÓGENES DE ALENCAR, MARIA LUCINEIDE GOMES DA SILVA

O setor agrícola passou por grandes transformações no decorrer dos anos sob o pretexto de aumentar a produção e a produtividade para suprir as necessidades da população. Os agrotóxicos são produtos que utilizam vários tipos de compostos químicos e são altamente prejudiciais ao meio ambiente. O município de Cariús - CE tem se destacado na produção, devido a sua crescente produção. Entretanto, há poucas pesquisas sobre o uso de agrotóxicos nesta cultura na região. Neste contexto, o objetivo deste estudo foi analisar o uso de agrotóxicos na cultura da banana no município de Cariús - CE. Após pesquisas iniciais para localização das propriedades, foram realizadas visitas técnicas para o levantamento de aspectos relevantes para este estudo, identificados através de registro fotográfico e conversas informais com os agentes envolvidos. Todas as propriedades foram georeferenciadas. Foi realizado o levantamento dos agrotóxicos utilizados, e em seguida, foram feitas consultas junto ao AGROFIT para verificação das suas recomendações técnicas e dosagens na cultura da banana. Constatou-se que há cinquenta e quatro propriedades produtoras de banana no município de Cariús - CE. Em quarenta e quatro propriedades, os aplicadores de agrotóxicos reconheceram que nunca leram a bula dos venenos que aplicam. Em nenhuma propriedade há controle dos produtos existentes e não são colocados avisos nos locais durante ou após a aplicação, para evitar a circulação de pessoas. Em todas as propriedades visitadas os trabalhadores alegaram já ter sentido dores de cabeça, tonturas, mal-estar, problemas respiratórios e irritação nos olhos durante e/ou após a atividade. Quanto à utilização dos agrotóxicos, as cinquenta e quatro propriedades utilizam venenos não indicados para a cultura da banana. Pôde-se constatar que os produtores e trabalhadores da região tem pouco ou nenhum conhecimento sobre os perigos que os agrotóxicos podem causar a sua saúde e de seus familiares. O armazenamento incorreto de agrotóxicos e a falta de unidades de recebimento de embalagens vazias certamente ocasionará a contaminação ambiental, dos trabalhadores, da população circunvizinha e da microbiota local. São necessárias medidas emergenciais dos órgãos de controle para minimizar os impactos iminentes.

Veja o artigo completo: PDF