Resumo Trabalho

ANALISE DA VARIAÇÃO PLUVIOMÉTRICA DO MUNICÍPIO DE POMBAL/PB: A PARTIR DA SÉRIE HISTÓRICA DE 1911 Á 2016

AIRTON GONÇALVES DE OLIVEIRA, LÍLIAN DE QUEIROZ FIRMINO, LUCAS BEZERRA DOS SANTOS PEREIRA , NATANAEL BATISTA PEREIRA ALVES e orientado por FRANCISCO WESLEY ALVES PINHEIRO e orientado por FRANCISCO WESLEY ALVES PINHEIRO

Chuva, a forma mais significativa de precipitação no Brasil bem como na região Nordeste, pode ser quantificada utilizando-se aparelhos denominados pluviômetros (aparelhos totalizadores) ou pluviógrafos (aparelhos registradores), dada a importância de se mensurar a quantidade de chuva ocorrida haja vista sua importância tanto para monitoramento quanto para auxílio ao homem do campo e para os gestores dos municípios e acaba por se constituir em uma ferramenta, podendo ser de grande ajuda para estes quanto a se prepararem para futuras chuvas ou a não ocorrência das mesmas. Sabendo que a variabilidade interanual da pluviometria do Nordeste, relacionados aos baixos valores totais anuais pluviométricos, é um dos principais fatores contribuintes para a ocorrência de eventos secas o presente estudo objetiva fazer analises dos dados pluviométricos do município de Pombal PB, situada na região semiárida do Nordeste brasileiro, no Estado da Paraíba, a partir da série história de 93 anos do mesmo, sendo os dados disponibilizados pela plataforma hidroweb e os dados mais recentes da AESA (Agência Executiva de Gestão de Águas do Estado da Paraíba), possibilitando a elaboração de gráficos para uma melhor representação desses resultados e auxilio destes aos gestores municipais, fazendo uma correlação com a realidade municipal e do nordeste brasileiro. Quanto aos resultados encontrados o município apresentou uma variação em todo período da série histórica estudada nos valores de totais anuais o que é normal para a região nordeste mostrando-se consistente observando os meses mais chuvosos como Fevereiro até Junho com exceção de alguns anos que chega até Agosto o que não é normal, no entanto, isto se deve a mudança do comportamento dos ventos como explicam meteorologistas. Com tudo, pode-se concluir mediante analise e estudo, que os dados da região apresentaram comportamento característico da região Nordeste como pode ser observado no gráfico 1 e com os dados de precipitação e tendo identificar os meses mais chuvosos com bases em formulas e representações gráficas que podem ser utilizadas para traçar estratégias e metas para possíveis projetos e também a caráter de prevenção em relação á alguns pontos como inundações, desgastes do solo que leva vulnerabilidade do município quanto a precipitação e a ausência dela acabam por corroborar para com a relevância significativa deste trabalho para a cidade de Pombal.

Veja o artigo completo: PDF