Resumo Trabalho

A PRODUÇÃO DE RECURSOS DIDÁTICOS PARA O ENSINO DE GEOGRAFIA NAS ESCOLAS DO CAMPO DO SEMIÁRIDO: A EXPERIÊNCIA DO MURAL DAS TECNOLOGIAS SOCIAIS

FABIANO CUSTÓDIO DE OLIVEIRA

O ensino de Geografia nas escolas do campo é de suma importância para que os alunos compreendam os elementos que compõem o espaço geográfico, ou seja, o mundo e suas problemáticas sociais e ambientais. Contudo, para que o ensino dessa disciplina seja proveitoso, devem-se considerar as necessidades dos alunos e o dia a dia, pois é fazendo a relação com o meio em que convivem que é possível ter um ensino de qualidade na referida disciplina. Dessa forma, este trabalho tem por objetivo apresentar o mural de fotografias das tecnologias sociais como recurso didático produzido no ensino de Geografia na escola do campo do Semiárido e relatar a contribuição desse recurso no processo de ensino-aprendizagem da disciplina no âmbito da área das Ciências Humanas e Sociais. O projeto foi desenvolvido na Unidade Municipal de Ensino Infantil e Fundamental José Bonifácio Barbosa de Andrade, localizada na comunidade PIO X, no município de Sumé - PB. A pesquisa é importante, pois consideramos que o ensino de Geografia nas escolas do campo é de suma importância para que os alunos compreendam os elementos que compõem o espaço geográfico, ou seja, o mundo e suas problemáticas, problemas sociais e ambientais, mas que atenda às necessidades dos alunos e do seu dia a dia, pois é fazendo a relação com o meio em que convivem que é possível ter um ensino-aprendizagem de qualidade na Geografia. Para execução dessa pesquisa, utilizamos os pressupostos da pesquisa qualitativa, através da Pesquisa-Ação, que foi dividida em momentos de capacitações/produções e experimentação nos contextos acadêmico e escolar. Verificamos, ao concluirmos o projeto de extensão, que o recurso didático produzido e experimentado nas aulas de Geografia, em articulação com a Educação do Campo, tornou-se um potencial no processo de ensino-aprendizagem da disciplina em relação a convivência com o Semiárido

Veja o artigo completo: PDF