Resumo Trabalho

A FAMÍLIA ASTERACEAE BERCHT. & J.PRESL NO CAMPUS CENTRAL DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA, CAMPINA GRANDE, PARAÍBA

LIDIANE SOUSA DE ALMEIDA, FERNANDA KALINA DA SILVA MONTEIRO e orientado por JOSÉ IRANILDO MIRANDA DE MELO e orientado por JOSÉ IRANILDO MIRANDA DE MELO

Asteraceae é a maior família dentre as Angiospermas, englobando cerca de 24.000 espécies agrupadas em aproximadamente 1.600 gêneros, com distribuição cosmopolita apresentando maior diversidade em áreas temperadas e semiáridas de regiões tropicais e subtropicais. Morfologicamente, caracteriza-se por possuir folhas alternas, raramente verticiladas, com margens inteiras, lobadas ou fendidas, pela inflorescência em capítulo, estames sinânteros, ovário ínfero, bicarpelar, e pelo fruto do tipo cipsela, geralmente com pápus. Considerando-se a necessidade de execução de estudos enfocando o semiárido brasileiro, especialmente com vistas à conservação da sua biodiversidade, o presente trabalho compreende o levantamento florístico de Asteraceae no Campus Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Campina Grande, contribuindo para ampliar o conhecimento da diversidade taxonômica desta família no semiárido e no Estado como um todo. Foram realizadas caminhadas aleatórias por toda a extensão do Campus I da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Campina Grande, no período de Janeiro a Setembro/2017. Amostras em estádio reprodutivo (com flores e ou frutos) foram coletadas e fotografadas. A herborização foi procedida de acordo com as técnicas usuais em taxonomia vegetal e os espécimes obtidos foram incorporadas à coleção do Herbário Manuel de Arruda Câmara (ACAM). A identificação de gêneros e espécies baseou-se na bibliografia especializada, bem como em consultas a herbários virtuais como, por exemplo, o Herbário Virtual da Flora e dos Fungos do Brasil. Foram registradas oito espécies pertencentes a sete gêneros: Ageratum conyzoides L., A. fastigiatum (Gardner) R.M.King & H.Rob., Centratherum punctatum Cass., Conyza bonariensis (L.) Cronquist, Eclipta prostrata (L.) L., Emilia fosbergii Nicolson, Erechtites hieracifolius (L.) Raf. ex DC. e Tridax procumbens L.

Veja o artigo completo: PDF