Resumo Trabalho

A AGROECOLOGIA E A AGRICULTURA DA MODERNIZAÇÃO CONSERVADORA – É POSSÍVEL CAMINHOS PARA COEXISTÊNCIA?

ALEXANDRE JUNIOR DE SOUZA MENEZES, KATIA SILVA DE SOUZA SANTOS e orientado por RICARDO JOSE ROCHA AMORIM e orientado por RICARDO JOSE ROCHA AMORIM

Este artigo propõe através de revisão bibliográfica analisar a dialética da agricultura convencional e os modos de produção agroecológicos, considerando suas bases, suas peculiaridades e pontos de conversão entre estas. Para tanto, a agricultura convencional é uma realidade presente dentro da maioria dos modos produtivos agrícolas. Este modo de produção com toda a sua prática, tem trazido problemas ambientais, sobretudo do ponto de vista ecológico humano. Nessa perspectiva surge a vertente da Agroecologia com suas bases epistemológicas apresentando possibilidade real e representativa de um modo novo de convivência humana com o meio natural. Neste sentido, o grande paradoxo humano da atualidade é proporcionar a produção de mais alimentos, insumos, moradias, transportes, medicamentos, ampliar os campos produtivos industriais ou agrícolas, para o abastecimento de uma população humana crescente e cada vez mais carente de necessidades impostas pelo sistema de vida moderno, globalizado e tecnológico, com menos impactos aos recursos naturais, com mais qualidade e respeito à vida. A produção de alimentos para o abastecimento humano apresenta-se como um grande desafio nas questões ambientais a ser enfrentada, sendo este o foco principal da construção do texto em destaque.

Veja o artigo completo: PDF