Resumo Trabalho

CIBERCIDADANIA E O PRINCÍPIO DA PUBLICIDADE: UM PROCESSO POLÍTICO E DEMOCRÁTICO NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO.

Autor(es): JHONATAS GONÇALO TAVEIRA DA SILVA, ILANA DRIELE MENDES DA CUNHA LIMA, ANDRE MAURÍCIO FREITAS SANTOS, ÍTALO FREDERICO TAVEIRA SILVEIRA e orientado por JOSÉ FLÔR DE MEDEIROS JÚNIOR e orientado por JOSÉ FLÔR DE MEDEIROS JÚNIOR

O presente trabalho científico busca demonstrar e analisar sob o prisma do princípio da publicidade, a importância da concepção de cibercidadania no processo civilizatório e democrático Brasileiro, estabelecendo o estudo especificamente assertivas quanto aos progressos realizados conjuntamente entre órgãos institucionais e sociedade civil, com o fim de proporcionar maior envolvimento das classes sociais com os assuntos da esfera política e publica. O objetivo é expor a relevância das tecnologias da informação no processo de integração da sociedade da informação com as demandas políticas e jurídicas que se perpetuam na realidade Brasileira, que vive um momento de crise de legitimidade democrática. Trata-se de ume pesquisa de natureza demonstrativa e propositiva, para avaliar como o uso institucional das TIC’s contribuem para a melhoria do processo político-democrático e interpretar assim o fenômeno da cibercidadania, utiliza técnicas combinadas de analise e coleta de dados, estabelecendo uma analise qualitativa, incluindo como fonte a pesquisa bibliográfica, como referencial teórico-metodológico, com fins de proporcionar uma leitura da realidade de um fenômeno social específico, como é o caso da participação popular via TIC’s e a efetivação do Princípio da Publicidade previsto Constitucionalmente no caput de seu artigo 37. Apresenta como resultados através de algumas demonstrações fáticas uma evolução no cumprimento do princípio da publicidade, numa iniciativa conjunta de órgãos da administração pública, instituições não governamentais e sociedade civil, em prol da moralidade pública e legitimidade, através de diversos atos direcionados a transparência on-line e off-line, concluindo pela importância do incentivo e conscientização da cibercidadania.

Veja o artigo completo: PDF