Resumo Trabalho

AS DESIGUALDADES DE GÊNERO NO ÂMBITO JURÍDICO-POLÍTICO DENUNCIADAS NAS OBRAS “DIREITOS DAS MULHERES E INJUSTIÇA DOS HOMENS” E “SEJAMOS TODOS FEMINISTAS”

Autor(es): CAROLINA QUARTEU RIVERA , ALANA LIMA DE OLIVEIRA, JOSÉ AÉLSON PEREIRA DE ARAÚJO

O presente trabalho tem como objetivo principal apontar quais os pontos convergentes e os divergentes nos manifestos das autoras Nísia Floresta Brasileira Augusta (Direitos das Mulheres e Injustiça dos Homens - 1832) e Chimamanda Ngozi (Sejamos Todos Feministas - 2013), de modo que se possa verificar se as repressões que as mulheres sofriam na sociedade oitocentista são semelhantes às repressões sofridas no século XXI, bem como explicitar o quanto os posicionamentos dos sexos feminino e masculino encontram-se em disparidade no âmbito jurídico-político nacional.

Veja o artigo completo: PDF