Resumo Trabalho

A FITOTERAPIA NO TRATAMENTO DOS AGRAVOS EM SAÚDE: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Autor(es): PÂMELA CRISLAINE PEDROSA DE LIMA, MÉRCIA MARIA DE SANTI ESTÁCIO, ANNA PAULA BARBOSA DE QUEIROZ e orientado por MÉRCIA MARIA DE SANTI ESTÁCIO

Desde a antiguidade as plantas medicinais são usadas como instrumento de melhoria de diversos tipos de agravos em saúde. (SOUZA et al.,2010).No Brasil, os saberes fitoterápicos são fruto dos conhecimentos agregados por diversos povos(LEMÕES et al., 2012).. Após a recomendação da conferência internacional de Alma-Ata, os Sistemas de Saúde passaram a inserir as práticas alternativas e complementares dentro de suas atividades, estando inclusa a fitoterapia (BRASIL, 2006). O Brasil, visando o fortalecimento das práticas dentro do sistema, criou as Políticas Públicas de Saúde com o objetivo de ampliar o acesso as práticas. Esse trabalho pretendeu então, analisar na literatura se a prática da fitoterapia tem apresentado melhorias nos agravos em saúde da população. Foi realizado uma revisão de literatura, dentre os meses de maio a julho de 2017, na Biblioteca Virtual em Saúde, usando como descritores: fitoterapia, práticas integrativas e complementares em saúde e tratamento. Essa busca resultou em 373 artigos, sendo selecionados após leitura vinte e um artigos. Cerca de 86,66% dos trabalhos analisados, trouxeram apontamentos científicos de que o tratamento apresentou-se eficaz, os outros 13,33% analisaram os relatos dos pacientes para considerar a eficácia dos tratamentos. A busca pelos tratamentos fitoterápicos mostrou-se relacionada aos altos custos dos medicamentos alopáticos, assim como os efeitos colaterais gerados por estes. Além da baixa ocorrência de efeitos adversos. Diante disso, mostrasse fundamental informar aos usuários as possibilidades de tratamento a ser seguido, empoderando a população e exercitando sua autonomia. Os estudos que apresentaram relatos dos pacientes apresentaram em suas falas que o tratamento superou as expectativas por ver o paciente como ser humano em toda sua integralidade. Pode-se notar então, que a fitoterapia tem-se apresentado como uma eficaz forma de tratamento de diversos agravos em saúde. E que os seus adeptos apresentam melhorias que vão além da melhoria do quadro clínico, como aumento na autoestima gerada pela maior satisfação pela saúde.

Veja o artigo completo: PDF