Resumo Trabalho

FLORAL DE BACH NA ATENÇÃO BÁSICA

Autor(es): MARIA DO SOCORRO TRINDADE MORAIS, CLÁUDIA MARIA DA SILVA BRITO, GLEICIA SOUZA DA SILVA LOPES, JANAÍNA MEDEIROS DE OLIVEIRA SOUSA e orientado por MARIA DO SOCORRO TRINDADE MORAIS

Os florais são compostos quânticos que atuam na harmonização e equilíbrio das nossas emoções. Não costumamos chamar de remédios, afinal sua função não está necessariamente relacionada com a doença, nem na intenção de se curar um desequilíbrio. O presente trabalho tem como objetivo apresentar a experiência da oferta de um curso básico em florais de Bach para profissionais da USF Nova Conquista, como estratégia para ampliar o arsenal terapêutico da equipe. Foram realizados quatro encontros, com a participação de 12 profissionais. Os encontros aconteciam às sextas-feiras no turno da tarde, na própria unidade de saúde. Os encontros começavam com um momento de harmonização, depois, todos sentavam em círculo, e, iniciava à leitura do material do curso. Foi apresentado, inicialmente, a terapia floral e os antecedentes históricos. No segundo encontro, discutimos sobre o sistema de Bach e as flores do grupo 1, 2 e 3. No terceiro encontro foi apresentado as flores do grupo 4, 5 e 6. À medida que a leitura era feita pelos participantes, havia o momento de partilha e reflexão. Por fim, foi apresentado as flores do grupo 7, bem como a preparação da prescrição floral, posologia, metodologia do primeiro atendimento e do retorno. Destacamos que o trabalho do terapeuta floral envolve três habilidades: empatia, investigação e encaminhamento. Diversificar as intervenções de cuidado na atenção básica é fundamental, tendo em vista à grande diversidade e natureza de problemas trazidos, bem como a diversidade de valores e de preferências dos usuários.

Veja o artigo completo: PDF