Resumo Trabalho

CAPACITAÇÃO TEÓRICO-PRÁTICA EM YOGA APLICADA AO AMBIENTE HOSPITALAR EM PETROLINA-PE: RELATO DE EXPERIÊNCIA.

Autor(es): LEONARDO MAURIELI CLEMENTE, SUSAN G C DE JESUS, VITOR HUGO ARAUJO CABRAL , DAYSE FLAVIA DE OLIVEIRA BATISTA e orientado por ALEXANDRE FRANCA BARRETO

Este relato aborda a experiência de inserção da Yoga em um hospital de urgência em traumas que não dispunha da aplicação de práticas integrativas e complementares em saúde (PICS) no processo de cuidado para os pacientes, acompanhantes ou mesmo os próprios profissionais. Nesse sentido, tal carência incentivou a mobilização de um grupo de docentes, discentes e técnicos da Universidade Federal do Vale do São Francisco a fornecer atendimentos em PICS no Hospital Universitário (HU) por meio de um projeto de extensão denominado “Cuidado além da biomedicina: práticas integrativas e complementares para pacientes do HU-Univasf”. Tal projeto disponibilizou serviços de yoga, reiki, auriculoterapia, dentre outras ações, no intuito de diponibilizar as PICS como complemento aos serviços convencionais de saúde já oferecidos e gerar mecanismos de diminuição da tensão e aumento do bem estar dos pacientes e acompanhantes no hospital. A realização do trabalho decorreu por duas etapas: captação de voluntários e formação teórico-prática. A captação de voluntários ocorreu com a divulgação de 21 vagas para o curso entre os profissionais e residentes, bem como aos estudantes de graduação e pós graduação, via e-mail e websites do Hospital e da Universidade, sendo todas as vagas preenchidas. A segunda etapa, formação teórico-prática, foi realizada em três módulos: o módulo I teve por objetivo introduzir conceitos elementares de PICS, do yoga e apresentar um panorama do contexto hospitalar; o módulo II tinha por objetivo aproximar os participantes da realidade de atuação do projeto; e o módulo III possibilitou a vivência dos voluntários acerca do yoga, humanização do cuidado, e as possibilidades de manejo a partir de um olhar diferenciado para a assistência. Como resultados, verificou-se que os inscritos apresentaram expressiva adesão (85,7%) de modo que todos os que compareceram ao curso mantiveram-se assíduos, concluindo a formação. Em termos de experiência prática, foi possível verificar a constante participação ativa, revelando segurança e satisfação na execução da técnica. Houve também grande receptividade dos pacientes e acompanhantes na execução da atividade, seja com olhares e sorrisos de acolhimento, seja relatando sentimentos de gratidão por estarem recebendo um cuidado diferente da rotina deles. Além disso, a ação no hospital resultou também na cobertura e divulgação do projeto pela assessoria de comunicação do HU sobre o evento. Percebe-se, portanto, a grande necessidade da inserção de PICS não apenas direcionadas à atenção básica, mas inseridas cotidianamente em quaisquer contextos de saúde, incluindo o hospitalar. Houve uma homogeneidade do perfil de estudantes voluntários indicando demanda potencial para a discussão de PICS durante a formação acadêmica dos variados cursos de graduação da UNIVASF. Entretanto, a capacitação ultrapassou as expectativas iniciais, evidenciando o engajamento e a boa avaliação recebida por todos os envolvidos no projeto. Atualmente estamos em fase de implementação de um Centro de Referencia em PICS fortalecendo e ampliando a parceria com o HU UNIVASF, a Secretaria de Saúde de Petrolina, com a perspectiva de contribuir para a institucionalização de práticas assistenciais e formativas em PIC no SUS local.

Veja o artigo completo: PDF