Resumo Trabalho

AÇÃO CURRICULAR EM COMUNIDADE E EM SOCIEDADE-UFBA- ACCS- FAR-454: DIVERSOS ASPECTOS DO USO E COMÉRCIO DE PLANTAS MEDICINAIS

Autor(es): PHILIPPE BARRETO DE ALMEIDA, VICTORIA MARIA DOS SANTOS DIAS, HEBERT LUAN PEREIRA CAMPOS DOS SANTOS, MAYARA DE QUEIROZ OLIVEIRA RIBEIRO DA SILVA e orientado por MARA ZÉLIA DE ALMEIDA

A Ação Curricular em Comunidade e em Sociedade, ACCS – FAR454: Busca Racional de Novos Fármacos de Origem Vegetal, mantém interface com as atividades desenvolvidas no FARTERRA, propõe o estudo, pesquisa e extensão com Plantas Medicinais caracterizados pela interdisciplinaridade e multidisciplinaridade. Essa pesquisa se baseia na integração dos conhecimentos tradicionais e os científicos, com o objetivo de devolver a sociedade os resultados com informações de seu interesse, que possam colaborar para a valorização dessas práticas populares, estimular o autocuidado e garantir melhor qualidade, eficácia e segurança no uso dessas plantas nas suas variadas maneiras de uso, promovendo orientações sobre aspectos técnicos como: dose, posologia, interações com outros medicamentos e alimentos, e condições adequadas para o preparo e armazenamento dos produtos advindos de matéria prima vegetal. Desse modo, a partir de discussões guiadas sob orientação de bibliografia previamente selecionada, os estudantes junto aos professores e monitores, promovem ações pautadas na educação em saúde e nas políticas públicas atuais sobre o tema. Trata-se de um relato de experiência construído a partir das observações adquiridas pelo grupo nas atividades e ações realizadas durante a visita de campo a Feira de São Joaquim na cidade de Salvador/BA e na Creche Municipal Mário Altenfeber do Distrito Sanitário de Itapagipe,tendo como instrumento de coleta dados, questionários semi-estruturados, aplicados pelo método Bola de Neve. Elaboração de folders e banners explicativos em linguagem adequada para cada grupo abordado a fim de substanciar as ações de devolução. Foi realizada uma campanha contra piolhos na Creche Municipal Mário Altenfeber, com a distribuição de xampu contra piolho, preparação extemporânea, manipulada com tinturas de Ruta graoveolens L.-Arruda, Momordica charantia L.- Melão-de-São-Caetano e Plectrnathus barbatus Andr. -Tapete-de-Oxalá, as orientações de uso foram substanciadas por folder explicativo. Na atividade na Feira de São Joaquim foi distribuído folder aos feirantes-erveiros com orientações sobre secagem, armazenamento e preparo adequado de chás e banhos com plantas medicinais. A venda de plantas medicinais e ritualísticas na Feira de São Joaquim se insere numa prática secular passada de geração a geração. A partir das observações, notou-se um comércio expressivo não só das plantas medicinais como também das plantas ritualísticas destinadas principalmente a banhos para a cura do corpo e da alma e limpeza espiritual para pessoas e ambientes. As indicações, em sua maioria incluem plantas com nomes sugestivos das ações que se espera delas, em geral são indicadas para mau-olhado, olho gordo, inveja, facilitar a busca de companhia amorosa, conseguir emprego. As mais vendidas são: Água de Alevante Miúda e Graúda, Desata-Nó, Vence Tudo, Vence Batalha, Tira-Teima, Tira-Quizanga, Abre-Caminho, Macaçá, Oripêpê e São-Gonçalinho. Para fins medicinais as mais vendidas são: Aroeira- Schinus terebentifolius Raddi, Barbatimão- Stryphnodendron adstringens (Mart.) Coville. Camomila- Matricaria chamomilla L., Matricaria recutita L., Capim Santo- Cymbopogon citratus (DC.)Stapf. Erva Cidreira- Lippia alba (Mill.) N.E. Br, Erva Doce- Pimpinella anisum L., Espinheira Santa- Maytenus ilicifolia Mart. ex Reiss., Eucalipto- Eucalyptus globulus Labill., Quebra Pedra- Phyllanthus spp.

Veja o artigo completo: PDF