Resumo Trabalho

PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES NA SAÚDE DA CRIANÇA

Autor(es): ELAYNY LOPES COSTA, ROBSON DOS ANJOS MATOS, FLÁVIA ROCHA BRITO, KEILA DOS ANJOS MATOS SILVA e orientado por ISMAR EDUARDO MARTINS FILHO

Objetivo: Sintetizar a produção do conhecimento relacionada à utilização das Práticas Integrativas e Complementares (PIC) no Saúde da Criança. Metodologia: Revisão bibliográfica, que teve como questão norteadora: qual é a produção do conhecimento relacionada à utilização das PIC na Saúde da Criança no período 2013 a 2017?. Para a coleta de dados utilizou-se a bases de dados BVS (Biblioteca Virtual de Saúde) usando a combinação dos descritores ("Terapia Complementar" OR "Complementary Therapies" OR "Terapias Complementarias ") AND ("Saúde da Criança" OR "Child Health" OR "Salud del Niño" OR Pediatria OR Pediatrics OR Pediatría). Resultados e Discussão: Foram selecionados 47 artigos. Posteriormente realizada, por etapas, a triagem dos títulos dos artigos, a avaliação dos resumos e a leitura e avaliação dos textos completos. Do total, 07 artigos foram analisados e construídas as categorias: As PIC na Saúde da Criança; O uso das PIC no tratamento nas doenças pediátricas e a Credibilidade no uso das PIC. Conclusão: Este estudo permitiu concluir que as Práticas Integrativas e Complementares estão sendo cada vez mais utilizadas na Saúde da Criança, auxiliando na prevenção e tratamento das patologias pediátricas. Entre as principais PIC utilizadas nesse público estão: suplementos nutricionais, ervas medicinais, massagens e orações, as quais contribuem efetivamente para a melhoria da saúde e do bem-estar das crianças em tratamento. Os motivos mais relevantes que levaram a utilização das PIC foram o aumento do fortalecimento do vinculo parental, satisfação com os resultados das práticas e a possibilidade de cuidar das patologias pediátricas através do seu próprio conhecimento e experiência

Veja o artigo completo: PDF