Resumo Trabalho

APRENDIZADO DAS PRÁTICAS INTEGRATIVAS EM ENFERMAGEM: RELATO EXPERIÊNCIA

Autor(es): TAYNARA SABRINA LIMA DE ALBUQUERQUE e orientado por ALEXSANDRA NASCIMENTO

As Práticas Integrativas e Complementares em Saúde são uma realidade cada vez mais presente no SUS como resultado da implementação da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares desde 2006. A formação profissional nessa área vem sendo discutida, aplicada e ampliada em vários fóruns da sociedade. Porém, a introdução dos conteúdos das PICS na graduação ainda é pequena e necessita de maior diálogo nos Núcleos Docentes Estruturantes responsáveis pelos Projetos Políticos Pedagógicos (PPP) dos cursos. Nesse sentido este relato propõe-se a descrever a vivência desses conteúdos durante a graduação a fim de ampliar o conhecimento na assistência integral através de métodos naturais. Dessa forma, relata a vivência das PICS durante as aulas no curso de enfermagem no primeiro semestre de 2017. As aulas ministradas seguiram o princípio pedagógico pensar, sentir e agir proposto por Rudolf Steiner. Foram 20h de aulas teórico – práticas abordando várias racionalidades , a Medicina Tradicional Chinesa, a Antroposofia entre outras. Após as práticas, pudemos sentir leveza e tranquilidade além da renovação de energias evidenciadas pela disposição na execução de atividades cotidianas apesar da rotina estressante e exaustiva da universidade. De tal modo, as experiências na sala de aula possibilitaram a apreensão do conhecimento e a verificação da sua verdade a partir dos resultados vivenciados em nosso próprio Ser. É fundamental que se criem mais espaços de vivências como esta no meio acadêmico, bem como um maior investimento em pesquisas a fim de despertar interesse dos discentes para introdução desses recursos terapêuticos em sua rotina e práticas profissionais. Palavras-chaves: Enfermagem, Prática Integrativas, Ensino.

Veja o artigo completo: PDF