Resumo Trabalho

COREN BAHIA: ENFERMAGEM NA PRAÇA: DIVULGANDO AS PICS

Autor(es): LOUISA HUBER, MARIA LUÍSA DE CASTRO ALMEIDA

O ano de 2016 foi marcado pelas comemorações dos 10 anos da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no SUS (PNPIC). Para divulgar essa política, o Conselho Regional de Enfermagem da Bahia - Coren-BA, agregou às feiras, denominadas “Enfermagem na Praça”, um espaço de PICs. As feiras aconteceram nas cidades de Juazeiro, Alagoinhas, Itabuna, Vitoria da Conquista, Lauro de Freitas, Caetité e Salvador em parceria com as secretarias municipais. O Conselho forneceu a estrutura física, camisetas, divulgação e deslocamento de técnicas. Nos espaços de cuidado, nos moldes da Educação Popular de Saúde, foram oferecidos praticas individuais e coletivas por profissionais das PICs. As rodas de conversa abordarem temas como: PNPICS, Parto Humanizado, Saúde do Homem, Fitoterapia, Câncer de Mama, Dengue, Chikungunya e Zica, Violência contra a Mulher, Redução de Danos. Houve apresentações práticas sobre a SAMU, peças teatrais manifestações artísticas culturais e feira de produtos orgânicos. Participaram aproximadamente 900 pessoas entre profissionais de saúde, estudantes, lideranças comunitárias, produtoras locais, artistas e população em geral. As pessoas tiveram a oportunidade de experimentar os efeitos relaxantes e revigoradores das práticas coletivas: Qi Gong, Lian Gong, Yoga, Terapia Comunitária, Corredor de Cuidados; e das individuais: Reflexoterapia Podal, Massoterapia, Reiki, Pranaterapia, Cromoterapia e Canudo parafinado. Com essas atividades o COREN BA conseguiu divulgar as PICS para um público amplo que pode experimentar, em muitos casos pela primeira vez, os efeitos do cuidado diferenciado, alegando que essas práticas deveriam ser oferecidas em todos os serviços do SUS. Permitiu ainda, identificar profissionais de saúde que atuam como terapeutas integrativas e complementares em diferentes espaços do SUS, sendo a maioria praticando por iniciativa própria, atendendo tanto usuários, como funcionários e servidores. Percebemos que existe uma grande demanda pelas PICs no SUS, o que evidencia o potencial de implantação da política estadual na Bahia. Além disso, a iniciativa das feiras, com parcerias Institucionais e instâncias de gestão no SUS se mostrou como uma importante estratégia de adesão dos profissionais de saúde e gestores à PNPIC.

Veja o artigo completo: PDF