Resumo Trabalho

ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DE ESTRESSE E DOR LOMBAR EM GESTANTES: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autor(es): NICOLAU DA COSTA e orientado por ANA KARINA BEZERRA PINHEIRO

A gravidez é um evento de muita significação na vida da mulher e permeada por valores e transformações que se constituem como ímpares, sendo experimentados de formas diferentes. O estresse na gestação, em geral, está associado, aos aborrecimentos diários sentidos no início da gravidez e ao medo do parto em mudanças nas relações interpessoais, preocupações com o parto, nascimento de bebê. A dor lombar relacionada à gravidez ganhou mais importância devido ao acometimento e impacto sob a qualidade de vida da gestante, podendo ser incapacitante, limitando as atividades diárias e não deve ser ignorada sem realização de tratamento. Portanto ação da acupuntura tem sido associada ao estímulo neuro-humoral para a liberação de certas substâncias como norepinefrina, endorfina, encefalinas, serotonina e a liberação ou inibição de algumas substâncias que atuam na sensação de dor. Objetivo: relatar experiência da acupuntura no tratamento de estresse e dor lombar em gestantes: Método: Trata-se de um relato de experiência sobre acupuntura no tratamento de estresse e dor lombar em gestantes, realizado em junho a outubro de 2016.No Centro de Parto Natural (CPN) Lígia Barros Costa que pertence ao Centro de Desenvolvimento Familiar (CEDEFAM), onde são efetivadas experiências de ensino, pesquisa e extensão da Universidade Federal do Ceará (UFC). Participaram 56 gestantes com queixas de estresse e dor lombar com idade gestacional entre 14 e 37 semanas. Resultados e discussão: Foram realizadas seis sessões de acupuntura, duas vezes por semana, de 30 minutos com aplicação de pontos sistêmicos e auricular. Após as sessões as gestantes respondiam questionários para avaliar a dor lombar e estresse. As gestantes relataram uma melhora significativa da dor lombar e a diminuição de estresse. Alguns evidencias apontam uma redução de estresse e dor lombar que por sua vez, pode diminuir o número de ciclos de tratamento necessário durante a gestação evitando possível ocorrências obstétricas. Para a Medicina Tradicional Chinesa, ao equilibrar aspectos energéticos, a partir da estimulação de pontos no corpo ou em microssistemas como a orelha, são oferecidas condições favoráveis para que haja mudança nos padrões de comportamento social, emocional, físico, mental e espiritual do indivíduo. Considerações finais: considera-se que para minimizar as queixas decorrentes do processo gravídico, os gestores da saúde devem buscar os métodos não farmacológico como uma forma garantir a qualidade de vida das gestantes. Percebe-se que nos relatos das gestantes após ao retorno da consulta da acupuntura a mesmas referiram ausência da dor lombar e estresse, bem como melhoria no sono. Portanto, faz-se necessário, que o profissionais de enfermagem utilize as práticas integrativas complementares como estratégias para promoção da saúde das gestantes.

Veja o artigo completo: PDF