Resumo Trabalho

PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES: GESTÃO DO CUIDADO, QUALIDADE DE VIDA E INTEGRALIDADE NO ENVELHECIMENTO

Autor(es): TEREZA CLAUDIA DE ANDRADE CAMARGO, CLAUDIA TERESA VIEIRA DE SOUZA

As práticas corporais e integrativas trazem para o indivíduo saúde com qualidade de vida, estabelece a convivência, ao autocuidado e também a possibilidades de escolhas que possibilitam o exercício de um cotidiano ressignificado com maior autonomia. O estudo teve como objetivo descrever as atividades realizadas em uma casa de práticas integrativas e complementares, localizada no município da cidade do Rio de Janeiro, RJ. Trata-se de um estudo descritivo, qualitativo. A investigação ocorreu por meio da observação participante (10 encontros), participaram da pesquisa 20 idosos, acima de 60 anos, percebidos como idosos ativos e autônomos. O estudo é parte da tese de doutoramento intitulada “(Re) Inventando o Envelhecimento através das Práticas Corporais: Escolhas possíveis no cotidiano que se revela na intergeracionalidade” do Programa de Pós-Graduação Stricto Senso em Ciências do Exercício e do Esporte da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, com aprovação dos Comitês de Ética em Pesquisa da Universidade Estácio de Sá e da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (coparticipante). Os resultados vêm demonstrando os benefícios na saúde física e mental no cotidiano dos usuários, adquiridos com as práticas corporais e integrativas, pela interação social e pela sensação de pertencimento que adquiriram ao longo dos anos de convivência.

Veja o artigo completo: PDF