Resumo Trabalho

TERAPIAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES AO PACIENTE ACOMETIDO DE HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA: UMA REVISÃO DE LITERATURA.

Autor(es): SAMARA MESCIA MENDES DA SILVA , MATHEUS MAIA DE ARAUJO, MAIARA BEZERRA DANTAS, BEATRIZ DE CASTRO MAGALHÃES e orientado por TICYANNE PEREIRA GOMES

Objetivo: Conhecer e destacar as terapias integrativas e complementares mais utilizadas por indivíduos com hipertensão arterial sistêmica (HAS), além de informar os benefícios não só para o tratamento e controle da HAS, mas também para um melhor desenvolvimento da qualidade de vida dos indivíduos que apresentam tal problema. Método: Trata-se de uma revisão integrativa de literatura onde buscou-se artigos de forma minuciosa, que especificassem e elucidassem a utilidade e o melhor manejo das terapias alternativas no tratamento e controle da pressão arterial (PA). Resultados: Os achados foram organizados de acordo com as terapias mais utilizadas, dentre eles destacam-se a medicina tradicional chinesa (38%) que vem sendo muito difundida no contexto da medicina ocidental atual, fitoterapia (4,25%), uso de alimentos e remedios naturais que colaboram no gerenciamento da PA, praticas corporais que de forma a trabalhar o ser humano de forma holística e outras práticas integrativas (46%). Considerações Finais: o tipo de terapia complementar de maior prevalência em número de usuários foi a medicina tradicional chinesa, onde observou-se que o seu uso traz uma melhor gestão dos níveis da pressão arterial, bem como a acupuntura que além de auxiliar no controle da PA tem de maneira grandiosa uma forma de incentivar os usuários a aderirem também o uso do tratamento farmacológico, a dieta é outra das formas de regulação dos níveis pressóricos, onde ganha destaque o que na china é conhecida por “Dietary Approaches to stop hypertension” (DASH) onde com variados tipos de alimentos proporciona regulação alimentar que ampara o funcionamento corporal e purificação sanguínea.

Veja o artigo completo: PDF