Resumo Trabalho

MATEUS OLIVEIRA DA CRUZ, FRANCISCO DE ASSIS PEREIRA DA SILVA, VALÉRIA DE FÁTIMA VÉRAS DE CASTRO

Nos dias atuais observa-se que problemas educacionais vem aumentando constantemente e isso em todas as suas temáticas. O ensino de ciências é um dos que mais tem apresentado problemáticas. Os educandos não conseguem aprender os conteúdos que lhes são repassados e nem possuem motivações para mudar esta realidade. Como consequência desse cenário que invade as salas de aula os professores devem buscar meios para melhorar o ensino, e uma das melhores ferramentas é o uso de modelos didáticos, onde esses propiciam uma melhor facilidade dos conteúdos e tornam a aula mais interessante aos alunos. Pelo motivo dessa ferramenta ser apoiada por muitos professores que já atuam no ensino, é interessante que os graduandos de Biologia entendam a eficácia dessa prática na sala de aula e visem fazer menção desta quando estiverem atuando. Com base nisso, este estudo teve por objetivo analisar qual a perspectiva dos graduandos de Licenciatura em Ciências Biológicas da Universidade Federal do Piauí sobre o uso de modelos didáticos no ensino de ciências. Para isso realizou-se a aplicação de questionários individuais com questões subjetivas, analisados sob métodos quantitativos e qualitativos. Os participantes mostraram uma boa perspectiva quanto a essa prática, apontando um ótimo nível de importância para o uso de modelos didáticos e assim apresentando bastantes benevolências providas destes para o processo de ensino- aprendizagem, levando assim a conclusão de que os graduandos compreendem a eficácia dessa maneira pedagógica proporcionando boas expectativas para um ensino posterior mais simples e dinâmico.

Veja o artigo completo: PDF