Resumo Trabalho

VÂNIA GOMES CARDOSO e orientado por MARIA DE LOURDES FARIAS DOS SANTOS PANIAGO e orientado por MARIA DE LOURDES FARIAS DOS SANTOS PANIAGO

O presente trabalho busca compreender e analisar a partir da proposta em A Ordem do Discurso de Michael Foucault, manifestações do corpo a partir de um batimento visual e linguístico dentro do livro didático de Língua Portuguesa do ensino fundamental de 9º ano. Reflete-se o funcionamento discursivo do corpo em práticas sociais. O corpo e a constituição de suas identidades, no interior do arcabouço teórico da Análise do Discurso de linha Francesa, notadamente, a dos postulados de Foucault (1996, 2008, 2013). O autor possibilita e determina condições para que os indivíduos possam formular seus próprios discursos, porém, respeitando as interdições que a sociedade impõe sobre o discurso de cada sujeito. Nesta presente pesquisa é proposto uma análise do livro didático de Língua Portuguesa do 9º ano do ensino fundamental, voltada para os imbricamentos do corpo feminino neste livro, estes imbricamentos serão analisados por meio de poemas e imagens presentes dentro do livro de 9º ano intitulado “Português e Linguagens” de CEREJA & MAGALHÃES (2012). Nessa proposta apresenta-se a relação entre sociedade e discurso, aborda o papel da interdição na ordem do discurso que se manifesta no livro didático de português e compreende que olhar para no contexto do processo ensino-aprendizagem de Língua Portuguesa supõe trabalhar com o movente e o heterogêneo, abrindo espaço par a análise de uma materialidade que resiste à significação. Enfim, propõe-se que além das análises sobre a presença do corpo feminino, traz como enfoque teórico os pressupostos foucaultianos sobre o corpo discursivo e as contribuições discursivas sobre o livro didático de Coracini e Gregoletto.

Veja o artigo completo: PDF