Resumo Trabalho

PRISCILLA MAYARA DE ANDRADE QUARESMA e orientado por GILVANEIDE FERREIRA DE OLIVEIRA e orientado por GILVANEIDE FERREIRA DE OLIVEIRA

Esta investigação científica apresenta resultados de uma pesquisa realizada no campo da dimensão pessoal do professor no âmbito da formação continuada e da atuação do supervisor/coordenador pedagógico no contexto da educação infantil, beneficiando com esse estudo, educadores, psicólogos e pedagogos num estudo mais amplo de acordo com a linha de pesquisa Supervisão Pedagógica. Destacamos que a situação problema partiu de uma inquietação referente à realidade das escolas públicas com pouco relato de inserção à formação continuada de professores na região metropolitana do Recife- PE. Como objetivo buscamos investigar a formação continuada de professores, considerando a dimensão pessoal e o papel da supervisão/coordenação pedagógica no âmbito da educação infantil - CMEI. E como objetivos específicos, nos propomos a analisar a dimensão pessoal do professor na formação continuada, compreender o papel da supervisão/coordenação pedagógica nessa formação e identificar o espaço da dimensão pessoal do professor no contexto das ações pedagógicas do supervisor/coordenador pedagógico no CMEI. Levantamos como problemática como é trabalhada a dimensão pessoal do professor na formação continuada, considerando o papel do supervisor/coordenador pedagógico numa vivência na educação infantil. Na busca de subsidio teórico para esse estudo, foi possível abordar capítulos sobre a dimensão pessoal, supervisão/coordenação pedagógica e educação infantil com diálogos possíveis na formação continuada de professores. Em nosso caminhar metodológico foi adotado uma abordagem de paradigma qualitativo, como estudo de caso, de um Centro Municipal de Educação Infantil – CMEI, sendo estruturado na coleta e organização dos dados através das observações, entrevistas com os participantes e análise de documentos. Ao analisarmos os resultados investigativos, percebemos a importância de trabalhar a dimensão pessoal não só do professor, mas também do supervisor/coordenador pedagógico. Assim, ao direcionarmos o olhar para a pessoa do professor durante a formação continuada, com o apoio da supervisão/coordenação pedagógica, confirmamos que os alunos são beneficiados no processo ensino/aprendizagem.

Veja o artigo completo: PDF