Resumo Trabalho

RAYSSA MARQUES WALLACH e orientado por MARA LEITE SIMÕES e orientado por MARA LEITE SIMÕES

Durante a graduação, em especial, nos cursos de licenciatura, muitos conceitos de caráter científico e pedagógico são ministrados na intenção de formar e capacitar o futuro profissional docente. Dessa forma, obtêm-se no final da formação inicial as ferramentas e técnicas necessárias para a construção do ensino qualificado e eficiente. Mas, toda essa preparação exige o exercício da prática docente, a qual tem sido executada antes mesmo do profissional ser inserido no mercado de trabalho. Os programas de incentivo à docência vêm como suporte para que os estudantes de licenciatura conheçam e adaptem-se aos inúmeros desafios do sistema educacional. O trabalho mostra as contribuições e a importância do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência - PIBID-Biologia, vinculado a Universidade Federal da Paraíba, Campus I, voltados a licenciatura. Além de saber sob a ótica dos participantes do programa, buscamos compreender se os mesmos desejam atuar na educação básica. Em virtude das respostas expostas, nota-se que os projetos acadêmicos são ferramentas fundamentais, que auxiliam o estudante na sua atuação e crescimento profissional, permitindo-se conhecer a si próprio e suas relações e conflitos no futuro ambiente de trabalho. Mediante as dificuldades em que o sistema educacional se encontra o incentivo à docência tem sido visto como um desafio, quebrando barreiras quanto à desvalorização da profissão e preparar os bolsistas a atuarem na educação básica. Apesar dos estágios supervisionados obrigatórios proporcionar uma determinada vivência, o tempo de construção profissional e capacitação acabam tornando-se insuficientes devido ao tempo de atuação que é curto, limitando atividades e estratégias pedagógicas dos estudantes de licenciatura.

Veja o artigo completo: PDF