Resumo Trabalho

SIMONE MARA DULZ, MARIA SELMA GROSCH, JAIME FARIAS DRESCH

Este estudo apresenta o desenvolvimento e os resultados de uma pesquisa que revela as representações relacionadas à construção da identidade docente na educação profissional e o papel da formação continuada como proposta de instrumentalização do trabalho do professor, tendo como suporte teórico os estudos realizados principalmente por José Contreras (2012), Selma Garrido Pimenta (2009), Paulo Freire (1999) e Maria Selma Grosch (2011). Por meio de uma entrevista semiestruturada, como método de coleta de dados, foram elaboradas perguntas aos professores que atuam em cursos técnicos de um Instituto Federal de Educação em Santa Catarina e que serviram como suporte para esta investigação. As questões foram lidas para os entrevistados e respondidas por escrito pelo próprio entrevistador no decorrer do processo. Para compor a amostra da população investigada, foram escolhidos cinco professores que atuam em diferentes áreas dos cursos técnicos. Buscou-se pesquisar quais circunstâncias estão atreladas à escolha profissional e que servem de pano de fundo para a constituição da identidade docente. Essa questão fomenta uma discussão mais aprofundada, especialmente no contexto da educação profissional. Entende-se que é necessário ao professor ir além dos conhecimentos obtidos na formação inicial, tendo em vista que a função docente é construída a partir da prática social da profissão e exige a ampliação dos conhecimentos por meio de ações de formação continuada, apontando elementos para a ressignificação dos espaços escolares e redimensionando os caminhos que conduzem para práticas pedagógicas emancipatórias e transformadoras. Diante do cenário exposto e da complexidade da profissão docente, pensar em ações de formação continuada torna-se uma importante possibilidade para desenvolver e qualificar as potencialidades dos docentes da educação profissional, comprometidos com a produção de saberes e o aperfeiçoamento do seu trabalho. À luz das considerações feitas, ressalta-se a necessidade da implementação de políticas públicas que busquem atender a processos formativos significativos para a prática pedagógica dos professores da educação profissional, fundamentando as ações dos professores para o enfrentamento das questões relacionadas com a esfera educativa, fomentando reflexões e embasando o trabalho docente.

Veja o artigo completo: PDF