Resumo Trabalho

GISELLE LARIZZATTI AGAZZI, MARIA JOSÉ MARQUES

O relato de prática deriva da experiência desenvolvida nos anos de 2016 e 2017 com alunos do primeiro semestre do curso de Pedagogia e objetiva, considerando crescentes desafios na educação, a reflexão sobre o portfólio como instrumento de formação inicial de professores. Como professoras das disciplinas Sociologia da Educação e Leitura e Produção de Texto, a proposta foi trabalhar o portfólio de modo interdisciplinar e considerando os temas transversais no curso de Pedagogia. A intenção de proporcionar práticas significativas e reflexivas na formação de professores está dentro da perspectiva de propor contextos para a construção da autonomia, para a apropriação e reelaboração da identidade tanto pessoal quanto profissional. Os alunos, nas duas oportunidades, realizavam leituras de diferentes gêneros relacionados às necessidades de cada disciplina e, em comum, o livro A pedagogia da autonomia, de Paulo Freire, a partir das quais produziam textos de acordo com os objetivos combinados previamente. As produções textuais, derivadas das pesquisas dos alunos, das leituras orientadas e das discussões em aula, resultavam em sínteses pessoais e também em textos que evidenciavam os processos desenvolvidos pelos estudantes ao longo da elaboração dos portfólios. Os resultados esperados eram os de contribuir para que os futuros professores se tornassem protagonistas da sua própria formação e autores de seus saberes. Os registros escritos revelaram a construção de conhecimentos específicos, mas, sobretudo, demonstraram a possibilidade deste instrumento de contribuir para a formação de professores reflexivos, ao proporcionar o diálogo entre a subjetividade dos alunos e a realidade, a reflexão sobre aspectos do contexto em que se inserem, a imersão na memória e a projeção das identidades em sala de aula. As considerações finais acerca do portfólio contemplaram não apenas os resultados apresentados pelos alunos nos dois semestres em que a experiência foi realizada, mas também uma sondagem inicial feita pelas professoras antes do início dos cursos (questionários e rodas de conversa) e os relatos dos estudantes (por escrito e oralmente) depois de terem cumprido os estudos nas duas disciplinas.

Veja o artigo completo: PDF